Quedas do Iguaçu: Notícia falsa leva município à delegacia para fazer boletim de ocorrência

A fake news falava sobre o fornecimento de energia elétrica da capela mortuária do bairro John Kennedy

Uma matéria  circula nas redes sociais acusando a prefeitura de Quedas do Iguaçu de não pagar a conta de luz da capela mortuária do bairro John kennedy. Uma parte da matéria afirma: “A capela mortuária do bairro Preto está totalmente sem energia elétrica, que foi suspensa pela empresa Copel, por falta de pagamentos das faturas”.
Em outro trecho diz: “O velório só não aconteceu a luz de velas, graças a um dos presentes que se ofereceu para fazer um “gato”, a chamada gambiarra e após mexer o lacre e em alguns fios, fez retornar a energia elétrica no local”.

Versão da funerária



O empresário Luan Dalla Riva Mello foi quem recebeu a ligação, visto que a sua empresa era responsável pelo velório. “A informações vinham de uma postagem em uma página de notícias relatando uma tremenda mentira, alegando que a capela mortuária do bairro Jonh kennedy (bairro Preto) estaria com a enegia cortada”.
Luan conta que que ligou eram familiares de um jovem que foi assassinado na noite de sábado (20) que estava sendo velado no local. Foi comunicado que a capela estava sem luz.  “Imediatamente fui até lá prestar atendimento e ver o que estava ocorrendo, chegando fui até o poste e me deparei com fios soltos e o disjuntor supostamente estava em curto. De imediato entrei em contato com o assessor da secretaria de Obras, que já ligou para os responsáveis que chegaram lá em 10 minutos, juntamente com um técnico da instaladora  e em poucos minutos trocaram a peça queimada por uma nova e a luz voltou”, descreveu Luan Mello.

Prefeito



O prefeito Elcio Jaime da Luz, falou que quando ficou sabendo do assunto, determinou de imediato que a equipe da administração tomasse as devidas providências.  “Em pouco mais de 50 dias de gestão, tenho procurado atender todos os anseios da população. Não podemos deixar nosso município cair nas ondas de Fake News”, afirmou o chefe do Executivo.

O prefeito diz que essas notícias falsas têm um “Q” de crueldade. “Não é normal colocar informação errada de forma intencional. Por isso que vamos levar esse caso para investigação rigorosa e rastrear até saber de onde saiu essa fake news. Vamos mostrar que nossa gestão continua exercendo um ótimo trabalho e aqui é uma excelente cidade para se viver”, destacou da Luz.

Fake news

Fake news são notícias falsas publicadas por veículos de comunicação como se fossem informações reais. Esse tipo de texto, em sua maior parte, é feito e divulgado com o objetivo de legitimar um ponto de vista ou prejudicar uma pessoa ou grupo (geralmente figuras públicas).
O termo fake news é utilizado para se referir às notícias falsas ou imprecisas, consiste na distribuição deliberada de desinformação ou boatos que na maioria das vezes, são divulgados pela internet.
O costume de inventar e espalhar notícias inverídicas é bem antigo. O problema é que agora esse hábito foi turbinado, e o que antes era comentado apenas entre a vizinhança, hoje com o avanço dos meios de comunicação basta um click e essas notícias falsas ganham o mundo.