Ratinho Júnior indica Gugu Bueno à vice-liderança na Assembleia Legislativa

Na sexta-feira (16), a Assembleia Legislativa do Paraná recebeu um importante comunicado de oficialização feito pelo governador Ratinho Júnior, que

Na sexta-feira (16), a Assembleia Legislativa do Paraná recebeu um importante comunicado de oficialização feito pelo governador Ratinho Júnior, que indicou o deputado estadual Gugu Bueno como novo vice-líder do governo na Casa Legislativa.

O comunicado foi lido hoje (19) pelo presidente Ademar Traino, que comemorou a adição de Gugu Bueno ao Executivo na Assembleia, atualmente formada por 40 parlamentares. “Sob o comando do nosso líder, deputado Hussein Bakri e ao lado dos deputados que compõem base de sustentação do governo, vamos continuar trabalhando para o fortalecimento desta harmonia já existente entre os Poderes Executivo e Legislativo em nosso estado, sempre pautados no diálogo e respeito.”

A condução de Gugu Bueno como vice-líder de governo representa um passo importante no fortalecimento político que o parlamentar vem construindo e o coloca em novo patamar de força política, devido à proximidade com o governador e também com o chefe da Casa Civil, Guto Silva. “Com esta pandemia, vivemos um momento único em nossa história recente, e acredito que a paz política e a união de todos são fundamentais para que o Paraná vença esse momento”, reforçou o presidente.

Apesar de atuar há menos de um ano na Assembleia Legislativa, Gugu Bueno tem apresentado resultados importantes, como a ampliação do espaço na Casa, um grande adicional à seu perfil de articulador e habilidoso que o garantiu presidente da Câmara de Vereadores de Cascavel por dois mandatos.

Ainda que esteja há menos de um ano Assembleia Legislativa, Gugu Bueno tem ampliado o espaço na Casa reforçando o perfil de habilidade na articulação que o fez despontar como presidente da Câmara de Vereadores de Cascavel por dois mandatos.

Na corrida pela representatividade, a indicação sinaliza uma proximidade de Cascavel com o governo do Estado e aumenta as expectativas de que essa musculatura política se transforme em obras e avanços à região.