Tribos urbanas: você faz parte de alguma?

As tribos reforçam um sentimento de pertencimento e favorecem uma nova relação com o ambiente social

Fazer parte de um grupo é algo essencial para a vida dos jovens hoje em dia. Alguns buscam apenas pertencer a uma turma de amigos sem uma denominação própria. Outros escolhem fazer parte de uma tribo, ou seja, um grupo pequeno mais fechado, com regras claras e delimitadas. Cada uma delas se caracteriza por um interesse comum, seja ele interesse musical, jeito de se vestir, comportamento ou forma de pensar. É uma forma que alguns jovens encontraram de viver em grupo e se identificarem com ele, estabelecendo assim, uma rede de amizades.

Hippie

Esse movimento surgiu nos anos 60 nos EUA e era composto por jovens que contestavam os valores conservadores, os padrões sociais estabelecidos e a autoridade tradicional. Ficaram conhecidos por ser um movimento de contracultura, por sua oposição à guerra do Vietnã e por uma postura liberal quanto ao sexo e às drogas. Eram próximos de religiões como o budismo e o hinduísmo. Vestiam roupas soltas e multicoloridas. Suas ideias e modo de vida alcançaram muitos países, inclusive o Brasil.

Punk

Esse movimento está ligado a uma postura rebelde que contesta e critica o capitalismo, assim como as atitudes consumistas e padronizadoras. Eles são apartidários e debocham valores políticos e morais. Reivindicam a liberdade para acreditar ou não em um deus ou religião qualquer. Eles têm um visual próprio, raspam o cabelo deixando somente uma faixa, usam gel para deixá-los em pé e gostam de roupas pretas. Apesar deles terem ficado, muitas vezes, conhecidos pela violência, esta não faz parte da filosofia do movimento.

Gótico

Eles vestem-se de preto e usam maquiagem escura. Gostam de frequentar cemitérios e andar pela cidade à noite. São pessoas sensíveis e bem interessadas por arte e literatura, sobretudo aquelas que se aproximam do mórbido. Em seus trabalhos artísticos a escuridão, dor, tristeza e solidão são muito retratados.

Clubber

Esse movimento nasceu na Inglaterra no final da década de 70, mas se constituiu com mais força na década de 80. Os clubbers se uniram para defender uma filosofia de paz, diversão e liberdade. Estão muito ligados à música eletrônica e às festas raves. Eles vêem os DJs como ídolos e as danceterias são extremamente frequentadas. Usam roupas coloridas e acessórios modernos.

Emo

O nome vem de emotional hardcore, vertente do punk que mescla som pesado com letras românticas. Em geral, eles têm entre 11 e 18 anos e, nas roupas, são capazes de misturar as botas do punk, o colar de Wilma Flintstone e uma camiseta com a gatinha Hello Kitty. Não escondem os sentimentos, expressam abertamente suas emoções e preconizam a tolerância sexual.

Hip-hop

É um movimento cultural iniciado no final da década de 1960 nos Estados Unidos como forma de reação aos conflitos sociais e à violência sofrida pelas classes menos favorecidas da sociedade urbana. É uma espécie de cultura das ruas, um movimento marcado pela consciência político-social que reivindica maior espaço e voz das periferias. Ele é composto por quatro manifestações artísticas principais: o canto do rap, a instrumentação dos DJs, a dança do break dance e a pintura do grafite.

Pagodeiro(a)

Esse é um grupo marcado essencialmente pelo gosto musical. O que eles mais gostam é curtir a vida com muita roda de pagode, acompanhados de uma cervejinha, dança e muito bom humor. Antigamente se vestiam com chapéu, hoje usam um traje bem casual e despojado. O pagode nasceu do samba e guarda estreita relação.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail