Maracujá é uma das apostas da prefeitura na diversificação da renda dos produtores

A secretária de Agricultura em parceria com o IDR/PR e Senar, ofertou uma aula prática com a agrônoma Maria Helena da Cruz, que orientou passo a passo do plantio

Buscando uma nova alternativa de renda para os pequenos agricultores de Guaraniaçu, a secretaria de Agricultura, em parceria do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-PR) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), oferecem aos produtores a possibilidade de gerar renda, aproveitando cada palmo de sua propriedade por meio de cursos, os quais informam e aprimoram opções da cultura já produzida.
Nesse sentido, o curso “Trabalhador no cultivo de trepadeiras frutíferas – maracujazeiro – cultivo”, aborda conteúdos como plantio, tratos culturais, adubação, sistema de condução, podas, pragas, colheita, classificação e comercialização do maracujá, com amparo e assistência da secretaria de Agricultura.

Funcionamento

A aula prática foi ministrada pela agrônoma, Maria Helena da Cruz, que orientou passo a passo do plantio, passando pela produção de mudas, preparo do solo, espaçamento e formação das estruturas para apoio do maracujá, além de explicar sobre o devido manejo e tratos culturais como adubação, controle de pragas necessários para o maracujá e técnicas na produtividade, a fim de garantir a renda final para os produtores.
O prefeito Osmário Portela, que esteve presente, ressaltou a viabilidade desta cultura para a agricultura familiar. “Essa fruta garante sim uma renda aos produtores, pois possui um preço satisfatório. Além disso, o aproveitamento dela é uma ideia de comercialização, o que amplia consideravelmente as alternativas de renda a partir do plantio”.
“Temos de aproveitar o grande investimento da fábrica de suco que está pronta para uso de nossos agricultores, aproximadamente R$ 1 milhão investido para nossos produtores”, complementou Osmário.

Oportunidade

Conforme o secretário de Agricultura, Luiz Moraes, ações como esta são possíveis graças ao prefeito Osmário Portela. “O prefeito entende que se a agricultura recebe incentivo e é fortalecida, em contrapartida, aquece também a economia local, pois o comércio em todos os seus setores, vendem e empregam mais”.
De forma sucinta, o gestor do IDR-PR no município, Marcio Ramos, enfatiza o projeto realizado pela administração de Guaraniaçu. ““Mais um grande impulso para melhorar a qualidade de vida dos produtores de frutas”.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail