A economia deu sinal de melhora

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgou nesta semana o número de vagas de empregos criados no Brasil.

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgou nesta semana o número de vagas de empregos criados no Brasil.

O saldo da Cantuquiriguaçu foi de 354 empregos criados de janeiro a agosto deste ano. É um bom número se compararmos com julho, que fechou com 111 postos criados. Isso significa que apesar de toda a dificuldade econômica que o país, estado e claro, nossa região vem passando, começa a dar lugar a prosperidade. Ainda que em pequenas escalas.

Sem nenhuma surpresa, Quedas continua sendo a cidade que mais abriu novas vagas de emprego. A cidade que tem um dos polos industriais mais bem estruturados de toda a região, tem na indústria da transformação o seu carro chefe.

O setor de serviços foi o que mais empregou, seguido da indústria da transformação. Já o setor que é a base da economia regional, que é a agropecuária, foi a que mais desempregou. Foram 247 postos de trabalhos fechados no período.

 De acordo com o Banco Central (BC), a previsão de crescimento da economia para este ano passou de 0,8% para 0,9% em 2019, de acordo com o Relatório de Inflação, divulgado ontem (26), em Brasília.

Para o PIB de 2020, projeta-se crescimento de 1,8%. Porém, essa perspectiva está condicionada ao cenário de continuidade das reformas e ajustes necessários na economia brasileira.

Ainda conforme a projeção, a liberação de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do Programa de Integração Social (PIS)/Programa de Formação de Patrimônio do Servidor Público (Pasep) vai contribuir para alavancar a economia brasileira.

Dessa forma, com as projeções favoráveis, podemos esperar bons resultados daqui para frente. O comerciante fica feliz, porque venderá mais, e dessa forma, abre-se mais postos de trabalhos. Esperamos que isso aconteça.