Apoie o comércio local

Apoiar os comerciantes locais na verdade é muito mais do que um gesto de bondade, é também uma decisão inteligente e de visão.

As associações comerciais dos municípios sempre buscam fazer promoções, com distribuição prêmios para clientes que compram no comércio local associado.
É sempre prazeroso dar um prêmio à alguém e ver a felicidade da pessoa, mas o objetivo real por de trás dessas promoções é o fortalecimento do comércio local na cidade.
E em época de pandemia, sendo os comerciantes uma das classes mais afetdas, tendo passado um período fechado sem ter nenhum ganho. Pelo contrário, apenas perdas, pois afinal, fechado ou aberto, vendendo ou não, as contas de água, luz, internet, aluguel, chegam todo mês. Isso sem contar o salário dos funcionários que continua tendo que ser pago.
Apoiar os comerciantes locais na verdade é muito mais do que um gesto de bondade, é também uma decisão inteligente e de visão.
Micro empreendedores individuais (MEI), micro empresários (ME) e empresários de pequeno porte (EPP) juntos respondem por mais de 90% dos estabelecimentos privados no Brasil. Empregam mais de 50% da população brasileira com carteira assinada.
Pensando exclusivamente na manutenção de empregos, e entendendo que a falência de comerciantes locais poderia ocasionar desemprego em massa aumentando a miséria e a violência no Brasil, apoia-los então torna-se uma atitude inteligente e até certo ponto, de auto-preservação.
Empreender, não importa o tamanho, já é um desafio. Empreender no Brasil e enfrentando uma pandemia, é um desafio maior ainda que só me confirma uma coisa: o brasileiro realmente precisa ser estudado, no bom sentido.
Depois de todos os desafios superados,fica clara e aplicável a frase: “sou brasileiro e não desisto nunca”. Seja inteligente e tenha visão: apoie o comércio local.
 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail