Consciência ambiental começa na infância

O ensino primário é uma etapa chave no desenvolvimento da conduta, da consciência social e da solidariedade

No último dia 05 deste mês, foi comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. Esta data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), e tem como objetivo principal chamar a atenção de todas as esferas da população para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais.

Não existe melhor forma de começar um trabalho de mudança do que pelas crianças. Além de serem infinitamente mais moldáveis e terem o poder de influenciar os mais velhos, elas são o futuro e do planeta está nas mãos delas. É de extrema importância que desde pequenas, elas aprendam a racionalizar os recursos e a contribuir com seu grãozinho de areia na luta contra as mudanças climáticas. O resultado dessa difícil prova pode ser um mundo mais sustentável e melhor para viver.

O ensino primário é uma etapa chave no desenvolvimento da conduta, da consciência social e da solidariedade. Na escola, é onde se aprende valores e comportamentos que acompanharão na idade adulta e definirão os pequenos como cidadãos. Por isso, é importante promover o interesse dos alunos em preservar e proteger o meio ambiente durante essa etapa.

Ensinar educação ambiental para crianças é fazer com que elas passem a cuidar da natureza como parte da vida delas, em vez de se limitarem a estudá-la. Essa disciplina busca que as crianças desenvolvam uma mentalidade ecológica firme para enfrentar os atuais desafios ambientais a partir da participação e do compromisso.

Toda iniciativa de ensino sobre meio ambiente para crianças deve ser aplaudido para que seja cada vez mais intensificado, e não só do Dia do Meio Ambiente, mas todos os dias e em todas as ações.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail