Certificação de documentos: o que é e pra que serve?

O mundo anda cada vez mais globalizado, e uma consequência disso é que é cada vez mais comum a necessidade

O mundo anda cada vez mais globalizado, e uma consequência disso é que é cada vez mais comum a necessidade de traduzir e enviar documentos para diferentes países. Seja para trabalho, estudo, ou mesmo lazer, muitas vezes nos deparamos com situações em que precisaremos transcrever um documento completo em outro idioma. Aliás, atualmente muitas são as entidades estrangeiras que exigem documentos traduzidos. E nestes casos, não basta uma tradução comum. É preciso que a tradução seja certificada, ou seja, regularizada para que seja aceita como um documento válido diante das autoridades do país destino. E é nesse momento que entra a tradução e certificação de documentos. É essa modalidade que garante que documentos oficiais possam ser utilizados em diferentes nações.

Mas afinal, o que é um documento traduzido e certificado?

Para que um documento traduzido tenha validade legal, ele precisa receber em cartório uma determinada certificação, que é dada junto de um organismo estatal, entidade ou pessoa determinada pela legislação do país destino. Em outras palavras, uma pessoa com poder para dar validade legal ao documento deve traduzi-lo e registrá-lo em cartório, em uma tradução juramentada. 

São muitos os documentos que necessitam ser traduzidos nessa modalidade: habilitações, certidões de nascimento e casamento, sentenças de divórcio, certidões de óbito, escrituras notariais, registos criminais, licenças, contratos, declarações, relatórios e baixas médicas, informações financeiras, e muito mais. Essa lista é bastante grande e variada.

Como fazer uma tradução certificada?

A melhor forma de fazer uma tradução certificada é buscando empresas que possuam tradutores juramentados, ou seja, profissionais capacitados nessa modalidade. Empresas especialistas em tradução, como a Protranslate, possuem tradutores nos mais diferentes idiomas e países do mundo. Por conta da experiência, essas empresas garantem a qualidade do documento traduzido, para que não haja invalidações que impossibilitem que ele possa ser usado legalmente.

Como a certificação é feita?

A certificação é composta pelo documento disponibilizado para tradução e a própria tradução com uma minuta assinada por um tradutor juramentado e a certificação do cartório constando que os documentos são legais. É por isso que não é qualquer pessoa que pode fazê-la, e o texto traduzido não pode ser simplesmente o resultado de um tradutor automático. Novamente: ela só pode ser feita por um profissional reconhecido e credenciado como “Tradutor Público e Intérprete Comercial, pela Junta Comercial do Estado onde reside. 

Concluindo…

Como já mencionamos, a melhor forma de certificar seus documentos traduzidos é por meio de empresas especializadas no assunto. É que nessas empresas, eles possuem uma base grande de tradutores que já estão em conformidade com a Junta Comercial do seu estado. Uma observação importante: mesmo que um tradutor juramentado domine outras línguas, ele só pode traduzir documentos no idioma no qual foi credenciado. Por isso, contratar uma empresa certificada ajuda você a não perder tempo tentando encontrar um único profissional credenciado no idioma que você precisa.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail