André Demczuk fala de volta da Assifusa, crise do Iraty e Superliga de Vôlei

Técnico de futsal, Dedé agora é o secretário de Esportes de Irati e revela relação com a política: “Não tenho ligação com deputado, vereador e não fiz campanha para o prefeito”

Prestes a completar um mês como secretário de Esportes de Irati, André Demczuk está entusiasmado com a ideia de ditar o rumo do setor em sua cidade. Como jogador de futsal, ele fez história e conquistou pelo Irati a Série Bronze de 2002 e o vice da Série Prata de 2004. Fundador da Assifusa – que até 2017 disputou as divisões do estadual – foi treinador do Ivaí, Imbituva e Prudentópolis. Em 2020, dirigiu o Bituruna, na segundona.

Em entrevista ao Correio do Povo, ‘Dedé’, como é conhecido, revelou que o convite para ser secretário não era esperado. “Não tenho ligação com deputado, vereador e não fiz campanha para o prefeito. Não gosto de me envolver com a política, até porque tenho uma academia na cidade”.

Esta é a segunda passagem de Demczuk pela pasta. Em 2016, ele esteve no cargo durante oito meses e acredita que o trabalho no período, mesmo em época de eleição, tenha agradado aos esportistas iratienses a ponto de lhe possibilitar o regresso. 

Volta da Assifusa 

Presidente da Assifutsa, André Demczuk quer retomar o profissionalismo do futsal na cidade. “A intenção é disputar a Série Bronze em 2022 e, como temos uma vaga comprada, a Liga Futsal Paraná”, conta.

Segundo ele, gerir o esporte atualmente tem sido difícil por conta da pandemia, que impede a realização de atividades e o andamento de projetos. “Estou aproveitando isso para arrumarmos nossas praças esportivas, principalmente os ginásios”, conta.

Embora seja uma das principais cidades do interior paranaense, Irati não possui, por exemplo, uma quadra de futsal com as medidas oficiais, 40 metros por 20. A do Agostinho Zarpellon Júnior, o ‘Batatão’, conta com 30 metros por 18. 

A expectativa fica por conta da construção de um novo ginásio, que, de acordo com o secretário, está com obras paralisadas há nove anos. “Agora conseguimos com o governo do Estado que a obra andasse e acredito que até o fim de março ela será retomada”. 

Pelo menos no primeiro ano como secretário, Dedé não pretende treinar clubes. “Preciso me dedicar integralmente aqui”, justifica. 

Iraty Sport Club

Dedé falou da situação do Iraty Sport Clube. Fundado em 1914, é uma das agremiações mais antigas do estado. Campeão paranaense de 2002, a equipe foi uma das principais forças do interior no início do século, tendo disputado algumas temporadas das Séries C e do Brasileirão, mas em meio à uma crise financeira, não disputa a elite estadual desde 2012. Em 2020, ficou inativo. 

“O Iraty é um clube privado, que não está ligado à prefeitura, mas é um patrimônio da cidade. Já empregou muita gente, inclusive eu fui preparador físico lá por um ano e meio. Nós já realizamos duas reuniões com a nova diretoria e expressamos o nosso apoio. Acredito que eles retornem em 2021”, comenta o secretário.

Superliga de Vôlei

Ele também traça planos para outras modalidades. Para o vôlei feminino, está buscando uma parceria que possibilite que o município dispute a Superliga C. “Quem sabe, se não der neste ano, possa ser em 2022. Irati também tem um tênis de mesa, ciclismo, as lutas e o basquete fortes, mas que nesse momento necessitam de organização”, diz.