Cidrão volta ao futsal do Ceará após 15 anos

Após 15 anos no Paraná, onde consagrou-se como um dos principais técnicos de futsal do estado, Cidrão está prestes a voltar à

Após 15 anos no Paraná, onde consagrou-se como um dos principais técnicos de futsal do estado, Cidrão está prestes a voltar à sua terra-natal, o Ceará.  
O último trabalho do treinador foi à frente do Aymoré, de Matelândia, em 2019. Nesta temporada, ele havia encaninhado o acerto com um clube da Ásia, mas que não se concretizou em virtude da pandemia.

Agora, Cidrão treinará o Pires Ferreira, clube da cidade de mesmo nome, com 10 mil habitantes e localizada no noroeste cearense. 
No novo clube, Cidrão terá pela frente o Campeonato Cearense, a Taça Brasil e Copa do Brasil. Neste último torneio, inclusive, já conheceu o adversário: o Ceará. 


Trajetória no Paraná

Em 2005, Cidrão foi campeão estadual pelo Ceará. No mesmo ano, assumiu o Lândia, de Matelândia, conquistando a Série Prata. Na cidade do Oeste paranaense, dirigiu outros três times: Adema, AFC e, o mais notável, Aymoré. Neste, subiu à Série Ouro, conquistando o histórico 4º lugar da elite em 2018. 

Durante a passagem pelo Paraná, Cidrão casou-se com uma matelandiense e fixou raízes na cidade. No embarque, agendado para o dia 25 de setembro, Cidrão não levará a família e diz que sua residência segue sendo o oeste paranaense. 


Sobre o Cearense 2020 

Conforme Cidrão, a 1ª Divisão do Campeonato Cearense de Futsal foi dividida em três grupos. Um deles, com as equipes da capital, Fortaleza, e da Região Metropolitana, já iniciou. Os demais, devem ver a bola rolar no dia 10 de outubro. O Pires Ferreira está no Grupo B, ao lado de Sobral e Itapipoca. O adversário da estreia ainda não foi definido. 

“Nas últimas equipes que trabalhei, trabalhei diretamente na montagem do elenco e agora será diferente. O time está praticamente fechado e estou auxiliando na escolha de um fixo e um pivô. Estou com uma expectativa boa”, diz Cidrão.