No Paraguai, Operário refaz testes da Covid-19 e integra bolha sanitária no Comitê Olímpico

Por Juliam Nazaré Depois de 16 horas de viagem, o Operário Laranjeiras chegou a Luque, na região metropolitana de Assunção,

Por Juliam Nazaré

Depois de 16 horas de viagem, o Operário Laranjeiras chegou a Luque, na região metropolitana de Assunção, no Paraguai, às 23 horas de sábado (21) no horário local – 00 horas de domingo (22) no Paraná.

A previsão de desembarque da diretoria era para o fim da tarde, mas as paradas para almoço e troca de ônibus, em Foz do Iguaçu, além da longa espera na aduana paraguaia (mais de três horas), adiaram os planos. Antes de dormirem, jogadores e comissão técnica só tiveram tempo para jantar. 

Pela manhã de domingo (23), toda a delegação fez testes da Covid-19. Os exames foram feitos também antes de deixarem Laranjeiras do Sul – e todos testaram negativo. Vale ressaltar que para disputar os amistosos internacionais, o Operário Laranjeiras se submeteu à uma bolha sanitária. Isso significa dizer que nenhum integrante pode deixar o Comitê Olímpico. Ainda antes do almoço, o preparador físico Massuqueto comandou um treino de reconhecimento de quadra no palco da partida.

O Rubrão joga às 19 horas deste domingo (22), no horário de Brasília (18 horas em Assunção). Na terça-feira (24), a partida começa às 10 horas locais, uma hora mais tarde no Brasil.