Série Prata: por acesso, Coronel precisa reverter derrota para o Mariópolis

Clube vividense perdeu o duelo de ida da semifinal do estadual. Vitória por qualquer placar no tempo normal e empate na prorrogação garantem o time na decisão da segundona

O Coronel entra em quadra nesta quarta-feira (2) precisando reverter a derrota para o Mariópolis na partida de ida da semifinal. No sábado (28), os comandados de Renato Mocelin perderam por 4×2 e, a partir das 19 horas de hoje,  no Barro Preto, precisarão vencer no tempo regulamentar por qualquer placar para forçar a prorrogação. Nesta, o Coronel joga com a vantagem do empate, já que acumula melhor campanha ao longo da competição.

Quem ficar com a classificação, além da vaga na final, garante o acesso à Série Ouro de 2021. Para o duelo, o técnico Renato Mocelin terá o desfalque do fixo Deilton – expulso no sábado. Na contramão, o ala Harry volta ao time.  

O supervisor do Coronel, Evandro Tosetto, disse que o duelo de hoje é uma oportunidade para os jogadores cravem seus nomes na história do clube. “Hoje é o grande dia, o mais esperado do ano. Dia de fazer história, de levar o Coronel à elite do futsal paranaense. Confio plenamente em nosso elenco e tenho certeza que não deixaremos escapar essa vaga na final”.

Esta será a terceira em que as duas equipes se enfrentam nesta temporada. Além da última partida, elas mediram forças na 1ª fase. Naquela ocasião, o Coronel saiu vitorioso do Barro Preto: 2×1.