Evolução dos casos de Covid-19 em Laranjeiras

Desde 15 de maio, quando fora confirmado o primeiro paciente, até novembro, município somou 424 confirmações

Laranjeiras do Sul encerrou novembro com 424 casos confirmados de coronavírus, destes 42 ativos.  
Desde 15 de maio, quando fora confirmada o primeiro caso, duas pessoas morreram no município. Uma no dia 19 de agosto e a outra em 25 de novembro.
Para que o leitor possa ver a evolução dos casos no município, o Correio do Povo fez um levantamento, conforme dados da prefeitura de Laranjeiras, desde o primeiro caso até 30 de novembro.
Em maio, foram seis casos confirmados. Em junho, 41. Em julho foram confirmados 48 novos casos, e em agosto, por sua vez, 103. Em setembro, houve uma pequena diminuição, sendo confirmados 80. Em outubro 38 e em novembro o recorde desde então, foram 108 novos casos.


UTI
10 dias após a confirmação do primeiro caso, em 25 de maio deste ano, Laranjeiras do Sul passou a contar com a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Instituto São José. São dez leitos de UTI e 20 de enfermaria que passaram a constar na Central de Regulação do Estado do Paraná.
Até o fechamento da edição de ontem, os 10 leitos de UTI estavam ocupados, conforme apurado junto a diretora administrativa do Instituto, Marly Regina Maçaneiro


Paraná
A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta terça-feira (1º) mais 2.539 diagnósticos confirmados de Covid-19 e 61 óbitos em decorrência da doença. O boletim registra também 2.682 casos retroativos do período entre 05 de maio a 29 de novembro. Eles estavam em investigação, foram confirmados e automaticamente computados no sistema.
Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 282.645 casos e 6.160 mortes pelo novo coronavírus.


Internados
Nesta terça-feira (1º) são 1.083 pacientes internados com diagnóstico confirmado de covid-19. Destes, 790 ocupam leitos SUS (442 UTI e 348 em clínicos/enfermaria) e 293 da rede particular (81 UTI e 212 clínicos/enfermaria).
Há outros 1.536 pacientes internados, 524 em leitos UTI e 1.012 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.


Óbitos
A secretaria estadual informa a morte de mais 61 pacientes. São 31 mulheres e 30 homens com idades que variam de zero e 89 anos. Os óbitos ocorreram entre 26 de agosto e 01 de dezembro.