Responsivo

Centro da Juventude promove ações de conscientização sobre bullying e a violência na escola

Foram realizadas duas palestras com especialistas no assunto, a psicóloga Laís Washtee com o tema ‘Violência Psicológica’, e o professor Jefferson Rodrigues da Silva

Na última segunda-feira (10), e ontem (11), o Centro da Juventude (Ceju) promoveu ações de conscientização sobre o bullying e a violência na escola. As atividades contaram com a participação de crianças e adolescentes, que foram orientados sobre a importância de combater essas práticas e fazer do espaço escolar um ambiente harmonioso.

Atividades

As ações tiveram como base o Dia Nacional de Combate ao Bullying e a Violência na Escola, celebrado em 7 de abril. Para isso, foram realizadas duas palestras com especialistas no assunto. A psicóloga Laís Washtee abordou o tema ‘Violência Psicológica’, enquanto o professor Jefferson Rodrigues da Silva explanou sobre a Lei 13.185 de 2015, que trata do cyberbullying.

Durante o mês de março, os professores trabalharam com as crianças e os adolescentes sobre o tema, na confecção de cartazes que foram expostos no dia das atividades. Também foram realizadas apresentações de teatro e dança, com o objetivo de sensibilizar os participantes sobre o assunto.

Respeito

De acordo com a diretora do Ceju, Janice Aparecida Couto Nessa, o tema da orientação tem como objetivo conscientizar sobre a existência de diversas formas de bullying e a importância de conhecê-las para não ser vítima nem causador dessas práticas, sempre visando o respeito.

Bullying

O bullying é definido como todas as formas de atitudes agressivas, verbais ou físicas, intencionais e repetitivas, que ocorrem sem motivação evidente e são exercidas por um ou mais indivíduos, causando dor e angústia, com o objetivo de intimidar ou agredir outra pessoa sem ter a possibilidade ou capacidade de se defender, sendo realizadas dentro de uma relação desigual de forças ou poder.