Conexão Mulher: exposição de produtos abrilhanta a tarde de terça-feira (15) no Laranjinha

Cerca de 10 bancas expuseram artesanatos, lingerie e alimentos, que demonstram a valorização, independência e desenvolvimento feminino

O Ginásio Laranjinha foi palco da Exposição de Produtos do projeto Conexão Mulher na tarde desta terça-feira (15). Cerca de 10 bancas expuseram os trabalhos de artesanato, lingerie e alimentação, todos produzidos por mulheres laranjeirenses.
Em entrevista ao Correio do Povo, elas contaram sobre o seu trabalho exposto e a importância do projeto.

Alimentos
Saiane, moradora da comunidade do Passo Liso, expõe em sua banca pães e cucas. Ela fala da felicidade em participar do projeto. “Já sou conhecida na região por meus produtos, mas a visibilidade com a exposição é muito maior. É muito bom participar”.



Artesanato em madeira
Participando pela primeira vez, Silvana, moradora da comunidade Campo Mendes, afirma que a oportunidade que recebeu é gigante por levar ao público o serviço que oferece. “Minha família possui marcenaria, então trago aquilo com que trabalhamos, tábuas de carne e de frios principalmente.


Roupas de bebê em tricô
Dona Sirlei, que já trabalha cotidianamente no mercado municipal vendendo roupas de bebê em tricô, conta que vende as peças há muito tempo e fica orgulhosa por participar da exposição mais uma vez. “Realizo esse trabalho com muito carinho, por isso adoro mostrá-los. Participar dessa exposição é importante para nós, que trabalhamos com isso. É dinheiro nosso”.

Crochê
A Associação de Artesãos de Laranjeiras do Sul (Artel) esteve presente na exposição, sendo representadas pela Celir, Mara e dona Madalena e, que produzem crochê, artesanato em tecido e em E.V.A. Celir conta que assim como na loja situada na rodoviária, a banca de exposição conta com babitas, toalhas e crochês em geral. “É muito gratificante ver as pessoas tocando no seu trabalho e gostando daquilo. Isso que é a feira e o que nos motiva”.
Dona Madalena diz que está muito feliz em participar pela primeira vez. “Estou adorando, principalmente por estar aqui com as minhas amigas da equipe Artel”.

Eronildes Kraemer, que também trabalha com crochê, relata que participar está sendo proveitoso. “Minha primeira participação está sendo de grande valia. Conhecendo as demais participantes me sinto feliz por estar aqui”.


Lingerie
Após dois anos vendendo lingerie, Jessica afirma que o projeto Conexão Mulher é importante para as vendas, assim como o reconhecimento. “Expondo nossos produtos aqui, aumentamos o nosso número de clientes, o que é ótimo”.

Reaproveitamento de tecidos

Soeli Lingerie, como é conhecida carinhosamente, expõe em sua banca tapetes, capas e bolsas produzidos a partir do reaproveitamento de tecidos pela primeira vez na feira. “Estamos recebendo um bom reconhecimento. Saber que nossos produtos agradam aos olhos é muito gratificante. Estou adorando participar”, concluiu.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail