Fábio crê em boa transição de governo com Lineu Gomes

Prefeito eleito pelo PSDB, ele afirma que ainda não definiu o grupo de secretários da próxima gestão, mas que priorizará pessoas capacitadas

Aos 48 anos, Fábio Roberto dos Santos, o ‘Fábio da Farmácia’, foi o escolhido pela população de Nova Laranjeiras para ser o prefeito do município a partir de 2021. Natural de Laranjeiras do Sul, o administrador por formação chegou na cidade há 30 anos. 
Ao longo das décadas, ele tornou-se conhecido por ser o proprietário de uma das farmácias do local. 
Desde então, ele criou laços com o povo de Nova Laranjeiras, com seus pouco mais de 11 mil habitantes. 
“Antigamente, existiam menos médicos aqui, então os profissionais da farmácia tinham um contato, uma exigência maior por parte das pessoas. A população passou a confiar no meu trabalho”.


Experiência 
Apesar de ter vencido a eleição deste ano para prefeito, esta foi a primeira vez em que ele disputou um pleito.  Na gestão entre 2001 e 2004 do prefeito Nelci da Rosa, ele foi o secretário de Saúde. Fábio reconhece não ter o “jogo de cintura” dos políticos experientes, mas crê que o tempo o entrosará. 
A nível de governo de estado, o futuro prefeito conta com três bases principais: os deputados Paulo Litro e Sérgio Souza, além do chefe da Casa Civil, Guto Silva. 
“Quero deixar claro que a partir do momento que assumimos a pasta, teremos dificuldade. As pessoas terão que ter paciência, mas faremos de tudo para implantar o nosso plano de governo”, assegura. 


Transição de governo
Fábio revelou ao Correio que a transição entre o governo de Lineu Gomes e o dele deve iniciar na próxima semana. Ele se diz confiante no bom andamento do processo. “A relação com o Lineu está sendo boa. Acredito que não teremos problemas”. 


Secretariado
O grupo de secretários da próxima gestão, ainda não está definido. De acordo com Fábio, as conversas com os representantes dos partidos que o apoiaram – Cidadania, MDB, PSD, PSDB e Republicanos – estão em andamento. “Iremos priorizar as pessoas mais capacitadas”, garante. Ele não descarta aproveitar algum nome do grupo de Lineu Gomes.
“A política passou e agora precisamos trabalhar para todos. Não tenho mais adversários políticos”. 


O está bom ou ruim?
Ao falar da gestão de seu antecessor, Lineu Gomes, Fábio da Farmácia considera que a área de saúde e as condições das estradas do município são os pontos altos. Por outro lado, acredita que a agricultura não tem recebido o devido apoio e que a falta de emprego é um problema crônico a ser enfrentado a partir de 2021. 
“Precisamos criar um parque industrial. Vamos preparar uma emenda parlamentar, buscar recursos fora e ver o que a prefeitura possui para dar início a esse projeto”.  
O eleito enfatiza que sua maior bandeira será a promoção de trabalho à população. “Cansei de nessa campanha ir visitar as pessoas e encontrar apenas os pais, já que os filhos foram morar fora por não terem oportunidade de trabalho aqui. Um processo iniciado aqui, hoje, pode, daqui há alguns anos, mudar essa realidade. Nós somos beneficiados por termos a BR-277 cortando a nossa cidade”. 


Indígenas 
Nova Laranjeiras é palco de instalação do maior território indígena do Paraná, o Rio das Cobras. Dos 11,5 mil habitantes do município, cerca de 3,9 mil são nativos. Fábio disse que conhece as dificuldades deste povo e promete lutar mais para  promover a cidadania nas aldeias. 
“Os índios hoje são praticamente abandonados. Eles precisam de um suporte. Precisamos fazer com que tenham oportunidade na sociedade, como qualquer um de nós. Isso não acontece atualmente. Não os defendo, mas vejo a dificuldade desse povo. São os fundadores do Brasil e não evoluíram e nós temos obrigação de fazer-los evoluir. O prefeito pode aplicar mais recursos na aldeia. Dar transporte para eles trabalharem em outro município. Eles nos pedem muitas coisas que não são absurdas e que podemos concretizar”.