Guto Silva confirma pretensão ao Senado em 2022

Em entrevista exclusiva ao Correio do Povo, o chefe da Casa Civil falou também sobre o grande potencial de Laranjeiras e da Cantu em geral

O chefe da Casa Civil do Paraná, Guto Silva, esteve na manhã de ontem (23) na sede do jornal Correio, onde deu uma entrevista exclusiva à diretora do Grupo Correio, Joice Fabrício.

Na oportunidade Guto falou sobre as grandes potencialidades de Laranjeiras e da região Cantu em geral. “É uma região que tem muito a amadurecer, muito a contribuir e muitas oportunidades na área econômica, social, isso porque é praticamente cortada pelo eixo oeste e leste. Ela está no centro, no epicentro dessa máquina produtiva que é o Paraná”.

O secretário lembra que a vocação não só de Laranjeiras, mas da região Cantu é o agro e o agro precisa de infraestrutura de qualidade para poder se desenvolver.

“A partir da duplicação do trecho entre Foz e Curitiba, Laranjeiras terá um corredor logístico passando ao lado. Mas Laranjeiras não quer ser só corredor, a cidade que ser protagonista, quer ser a sala de jantar, a sala de visita. Toda riqueza passa por aqui, seja pela rodovia ou pela Ferroeste. Então, quando a gente olha o mapa e vê essa perspectiva dá para sentir que aqui tem mundo de oportunidades”.

Projetos

Para Guto, o diferencial da região é que o número de pequenas propriedades rurais é grande e essas propriedades têm condições de gerar rentabilidade, pois as famílias podem diversificar a renda. Ele fala de projetos nos quais o governo pretende investir, como o Paraná trifásico. “É um programa da Copel que vai permitir que a lei trifásica saia da monofásica, que aquela pequena propriedade possa se tornar uma pequena indústria. Além da energia renovável que é um assunto que nós estamos trabalhando muito forte agora, nós vamos financiar através do banco do agricultor essa transformação também de biomassa em fotovoltaica dentro das propriedades porque além de produzir o leite, o frango, a pequena propriedade vai produzir energia”.

Senado

Quando perguntado sobre os anseios de disputar ao cargo de senador em 2022, Guto disse que é natural o processo de grandes transformações políticas e que tem ouvido e sentido a necessidade do surgimento de novas lideranças.

“O que nós percebemos é que as pessoas têm verbalizado que querem mudança. Eu fico de verdade muito feliz e orgulhoso de ser colocado nesse futuro”.

Guto deixa claro que a decisão não depende só da vontade dele, pois é preciso apoio e discussão entre o grupo.

“Eu faço parte de um grupo que é o grupo do Ratinho, quem tenho muito orgulho em poder acompanhar e naturalmente em um momento adequado eu acho que esse debate estará maduro para podermos avaliar.

Ele finaliza dizendo que sua candidatura será avaliada internamente e que fica lisonjeado, mas que o grupo é quem dará o encaminhamento para este projeto.