Laranjeiras dobra o número de casos de Covid-19 em cinco dias

“A situação atual não é alarmante, mas é preocupante”, alerta o prefeito Berto Silva

Na quinta-feira (6), o prefeito Berto Silva, acompanhado do vice Scarpari; do secretário de Saúde, Valdecir Valick e da chefe de epidemiologia do município, Patrícia Massuqueto, gravou um vídeo falando do aumento de casos de Covid-19 em Laranjeiras.

Conforme Patrícia, só nestes primeiros cinco dias de janeiro foi registrado o dobro de casos. “Estamos com 30 ativos em Laranjeiras, mas são casos estáveis com isolamento e acompanhamento domiciliar. Estamos monitorando e testando a população, a fim de diagnosticar e isolar que estiver com o vírus”.

O prefeito lembrou que no auge da pandemia, Laranjeiras chegou a uma média de 40 a 50 casos confirmados por dia. “A situação atual não é alarmante, mas com toda certeza é preocupante”, disse o prefeito. Ele ressaltou, que a metade dos detectados em testes pela prefeitura são de pessoas que chegaram de viagem.

Vacinação

Scarpari salientou que graças à vacina, nenhum dos casos ativos em Laranjeiras é hospitalar ou grave. “Laranjeiras, somando as três doses e a parcela de adolescentes, aplicou 55 mil”.

95% da população acima de 18 anos foi vacinada com a primeira dose e 88% com a segunda. “Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), 70% da população vacinada com a segunda dose, a situação já seria considerada como imunidade de rebanho, ou seja, quando a maior proporção de indivíduos em uma comunidade está protegida.”, explicou Scarpari.

Dos adolescentes, foram vacinados 89% com a primeira dose e 36% com a segunda. “Certamente até a volta às aulas, a cobertura vacinal dos adolescentes também estará muito boa”, disse o vice-prefeito.

Berto Silva chama a atenção dos 5% que ainda não tomaram a vacina e dos 12% que não foram receber a segunda dose. “Essas pessoas colocam a vida dos outros em risco. É uma irresponsabilidade total”, afirmou o prefeito.

Estratégias

Valick explicou que a vacinação está acontecendo em só ponto da cidade, que é no pavilhão da igreja Matriz Sant’Ana. “Estamos recendo mais 1.700 doses da Pfizer e semana que vem mais 1.800. Não teremos falta de vacina”.

Ele disse ainda, que a ideia é que daqui a alguns dias a vacinação seja descentralizada para os Postos de Saúde, mas por enquanto continua em um só ponto para que não haja perda. “Os frascos vêm com seis doses, então se abrirmos muitos pontos de vacina, corremos o risco de perder”.

O prefeito complementou explicando que o Ministério da Saúde já anunciou que no próximo dia 13, o País receberá os primeiros milhões de doses destinadas às crianças de cinco a 11 anos. “Por isso a descentralização, para que não tenha acumulo de pessoas em um lugar só”.

Testes

Segundo Berto Silva, Laranjeiras é a cidade que mais testa no Brasil. O prefeito explicou que a Central de Testes foi desativada porque a procura baixou muito e as pessoas que lá trabalhavam estavam ociosas, enquanto precisava-se desta força humana nas unidades de saúde, assim sendo, os testes passaram para as unidades. “Agora com o aumento da procura, a partir da próxima segunda-feira (10) voltaremos a ter uma Central, e será no ginásio de esportes Laranjinha, na praça José Nogueira do Amaral”. Para finalizar, Valick pediu para que as pessoas que voltem a usar a máscara e o álcool gel.

Confira o vídeo publicado no Facebook da prefeitura de Laranjeiras:

Quer ficar por dentro das novidades? Então nos acompanhe pelo Facebook | Twitter | YouTube | Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail