Laranjeiras vacinará amanhã (07) pessoas com comorbidades, inclusive gestantes

A secretaria de Saúde de Laranjeiras do Sul iniciará uma nova fase de vacinação contra Covid-19, contemplando as pessoas com

A secretaria de Saúde de Laranjeiras do Sul iniciará uma nova fase de vacinação contra Covid-19, contemplando as pessoas com comorbidades. Os grupos prioritários, já estabelecidos pelo Plano Estadual de Vacinação, começam a ser imunizados amanhã (7).


Divididas em duas fases, na primeira serão contempladas as gestantes, puérperas, síndrome de Down (acima de 18 anos) e pessoas com comorbidades entre 55 a 59 anos. As pessoas com síndrome de Down e comorbidades precisam apresentar comprovante ou solicitação para vacinação

O cronograma definido para o município, contemplará hoje pessoas da primeira fase, as gestantes, puérperas, Síndrome de Down (acima de 18 anos) e comorbidades, pessoas de 58 a 59 anos. Já no sábado (08) a imunização é para as pessoas com comorbidades de 55, 56 e 57 anos. O horário de vacinação é das 8 horas às 11h30 e das 13 horas às 16h30. A imunização vai acontecer na Praça José Nogueira do Amaral e no Sistema drive-thru, no Cine Teatro Iguassu. Já para 2ª dose o ponto de vacinação é o Lago um.


Segunda fase


Na segunda fase serão vacinados, de acordo com o quantitativo de doses disponíveis, seguindo as faixas de idade de 50 a 54 anos, 45 a 49 anos, 40 a 44 anos, 30 a 39 anos e 18 a 29 anos, todas as pessoas com comorbidades e com Deficiência Permanente. Também serão atendidas gestantes e puérperas independentemente de condições pré-existentes.

A orientação é para que se respeite o intervalo mínimo de 14 dias entre a aplicação da dose da vacina contra a Covid-19 e a administração da vacina da gripe. A prioridade, no entanto, deve ser a vacina da Covid-19, conforme recomendação do Ministério da Saúde.

Grupos de comorbidades

• Diabetes: Pessoas com diabetes mellitus. 

• Doença respiratória crônica: indivíduos com pneumopatias graves, incluindo doença pulmonar obstrutiva crônica, fibrose cística, fibroses pulmonares, pneumoconioses, displasia broncopulmonar e asma grave (uso recorrente de corticoides sistêmicos, internação prévia por crise asmática).
• Doença renal crônica: Estágio 3 ou mais e/ou síndrome nefrótica.

• Doença hepática crônica: Cirrose hepática Child-Pugh A, B ou C

• Doença neurológico crônica: Acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrágico; ataque isquêmico transitório; demência vascular.

• Obesos: Obesidade grau III – índice de massa corpórea (IMC) 40.

• Transplantados: Órgãos sólidos e Médula óssea.

• Imunossupressão: Pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticóide e/ou ciclofosfamida; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses; neoplasias hematológicas.

• Portadores de trissomias: Síndrome de Down.

• Doença falciforme e talassemia maior

• Doença cardíaca crônica: Hipertensão Arterial resistente; Hipertensão arterial estágio 3; Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade; Insuficiência cardíaca; Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar; Cardiopatia hipertensiva; Síndromes coronarianas; Valvopatias; Miocardiopatias e pericardiopatias; Doenças da aorte, dos grandes vasos e fístulas; Arteriovenosas; Arritmias cardíacas; Cardiopatias congênita no adulto e Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados.