Movimento Viaduto Já entrega dossiê ao prefeito Berto Silva

A comissão diretora do Movimento Viaduto Já – Laranjeiras do Sul, foi recebida na manhã de ontem (04) pelo prefeito

A comissão diretora do Movimento Viaduto Já – Laranjeiras do Sul, foi recebida na manhã de ontem (04) pelo prefeito Berto Silva e pelo vice-prefeito Valdemir Scarpari, no gabinete da prefeitura.

Na reunião, marcada pelo presidente da Câmara Carlos Alberto Machado – Magrão, foi apresentado às autoridades o dossiê contendo o histórico e as reivindicações do movimento. Segundo a presidente do Movimento Viaduto Já, empresária Mariza Somensi, é a hora de Laranjeiras do Sul unir forças em prol desta nobre causa. “A cidade merece e precisa dessa obra de infraestrutura. Muitas vidas já foram perdidas por falta do viaduto. Além disso, estamos no maior corredor de exportação do Paraná e temos que viabilizar este viaduto agora em que acontece a nova licitação do pedágio”, destacou Mariza.

O prefeito Berto saudou a iniciativa da sociedade civil organizada. “Fico orgulhoso de ver a comunidade se organizando e somando forças com a prefeitura e a Câmara para buscar alavancar a cidade e a região. Estamos num bom momento para reivindicar junto ao governo do Estado a inclusão destas obras na nova concessão de pedágio”, disse Berto.

Para o presidente da Acils, Flávio Trento, a união de forças pode representar muito mais para a cidade. “Creio que chegou o momento de Laranjeiras se articular a exemplo de Cascavel e do sudoeste. Faremos com esmero a nossa parte”, garantiu Flávio.

Dois encaminhamentos foram dados durante a reunião. O primeiro é a participação do prefeito e da comissão na audiência pública que ocorreu dia 18 de fevereiro em Guarapuava, para tratar da nova concessão do pedágio.

A segunda foi a promessa do prefeito Silva em agendar uma reunião com os deputados aliados e com o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex, para apresentar a reivindicação e pedir o projeto. Participaram da reunião além das pessoas já citadas: Marlize Somensi, Jaison Mendes, Joice Fabrício e Cleusa Gowacki.

Entenda a importância do viaduto

A rodovia BR 277 é uma das mais importantes do Estado, atravessando desde Foz do Iguaçu até o Porto de Paranaguá, com a extensão de 733,7 quilômetros e recebe movimento de cerca de 11 milhões de veículos por ano, mais da metade (55%) no transporte de cargas.

Essa rodovia corta o município de Laranjeiras do Sul e daí a necessidade urgente da construção de viadutos no perímetro urbano que substituam a passagem que hoje acontece nos três trevos em nível, localizados entre os kms 451 e 455 da BR 277. É urgente também a construção de avenidas marginais na rodovia BR 277, ciclovias, passarelas e iluminação, a partir do km 451 até o km 455, perfazendo um total de 4 km.

Segundo o DER – Departamento de Estradas e Rodagem, só em 2019, na BR 277, entre o km 453 e 455 km (ou seja, em apenas dois quilômetros) aconteceram 56 acidentes com 56 vítimas ilesas, 8 feridos e 2 mortos. O volume diário de movimentação no trecho gira em torno de 3.100 veículos dia.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail