O Jiu-jitsu em Laranjeiras do Sul, como começou e quem trouxe

O professor Jefferson Rodrigues da Silva, fala do início da arte marcial no município e conta um pouco de sua história

A história do Jiu-Jitsu é muito complexa por representar anos de existência, em resumo, tem seu surgimento no antigo Japão Feudal, onde praticamente cada Feudo possuía o seu próprio Jiu-Jítsu.

Em Laranjeiras do Sul, quem deu início ao esporte foi o cascavelense e ex-soldado do exército, Jefferson Rodrigues da Silva, que formou a sua primeira equipe em 2010, no Iguaçu Tênis Clube.

Jefferson conta que sua paixão pelo Jiu-jítsu começou em 2003, quando ele fez um curso de vigilante e uma das matérias era defesa pessoal, onde 95% das técnicas utilizadas são de Jiu-jitsu. “Nessa época comecei a treinar, ganhei uma bolsa de treino e fiz cursos sobre essa arte marcial”.

Quando ele chegou em Laranjeiras, ele ainda era faixa roxa e aluno de Marcelo Horikawa, de Cascavel, professor que ministrou aquela  aula de defesa pessoal e apresentou Jefferson a uma das maiores paixões de sua vida, o Jiu-Jitsu.

Sendo faixa roxa, procurou por academias na cidade para poder treinar, mas não havia nenhuma específica de Jiu-jtsu. “O único lugar que encontrei na época foi academia de judô, dos professores Jorge e Juliano, que me ajudaram muito. Comecei a treinar com eles e houve uma grande troca de experiências. Eles até hoje são meus professores de judô”.

Assim que  Jefferson conquistou a faixa preta 1° Grau, passou a ministrar aulas, desde então já se passaram 10 anos  e hoje ele  possui diversos alunos sendo homens, mulheres e crianças. “Já participamos de vários campeonatos pelo Brasil, tenho alunos que são campeões brasileiros, nacionais e regionais. Sou 3° lugar em campeonato brasileiro, já consegui formar muitos alunos de muita qualidade’’.

Jeferson Rodrigues da Silva cascavelense e ex-soldado do exército
Grande aluno

Um dos alunos do professor Jefferson é Josmar Guilherme Nalin, que iniciou a prática do Jiu-Jítsu no final de 2012 com 14 anos. Ele conta que um dos motivos era por ser uma criança muito agitada e gostar de atividades físicas. “ Fui acolhido pelo professor Jefferson e sigo ao lado dele até hoje. Nove anos depois estou na faixa marrom”.

Ele relata que nesses nove anos já coleciona mais de 40 medalhas. “São diversas participações em campeonatos, meu maior título é  Campeão Paranaense em 2015”.

Josmar conta que ao longo desses anos teve experiências dando aula para turmas de crianças, o que influenciou diretamente no seu caminho profissional, hoje ele é professor de educação física e essa paixão começou ensinando Jiu-Jítsu para as crianças.

Josmar coleciona mais de 40 medalhas ao longo dos anos
Quem pode praticar o Jiu-Jitsu

Diferente de outras artes marciais, o Jiu-Jítsu possui uma divisão de faixas também por idade. Até os 15 anos: branca, cinza, amarela, laranja e verde. E a partir dos 16 anos: branca, azul, roxa, marrom, preta. A coral e a vermelha são o mais alto Grau dentro do esporte.

Alguns dos benefícios do Jiu-Jítsu são desenvolver a força, a resistência e a flexibilidade,  melhora a capacidade cardiovascular e respiratória, ajuda a combater o stress e a ansiedade, proporciona bem-estar, ensina também técnicas de defesa pessoal e desenvolve a autoconfiança, ajuda a perder peso e ter uma ótima condição física.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *