Rádio Campo Aberto 31 anos no ar

Foram grandes transformações ao longo desses anos, sempre priorizando uma programação de respeito aos valores familiares

Hoje, 13 de fevereiro, a rádio Campo Aberto completa 31 anos de muitas realizações. Ela foi ao ar pela primeira vez em 1990. A primeira música tocada, foi “Luar do Sertão”, na época com a frequência 1.480Khz. O nome Campo Aberto, surgiu da vontade dos seus diretores de criar uma emissora onde o espaço estivesse sempre aberto a todos os segmentos da sociedade regional.

Em setembro de 1996 a Rádio passou a operar na frequência, 1020Khz, conquistando um espaço ainda maior com responsabilidade e ética profissional. Em 2013 começou junto com as demais emissoras do Brasil a sonhar com a migração para o sistema de Freqüência Modulada (FM). Já em 2017, mais precisamente no dia 05 de junho foi assinado em Curitiba, o termo aditivo de migração da Rádio Campo Aberto AM para o FM.

Por fim em junho de 2018 foi iniciado um novo ciclo, entrando pela primeira vez no ar a 94,1 Campo Aberto FM, com a música “Espalhar amor’’ (Padre Reginaldo Manzotti participação especial de Simone & Simaria)

Família Campo Aberto

Para o radialista Ivan Théo é um motivo de muita alegria fazer parte dessa família por 24 anos. Ele destaca que além dele, João Gurtat e Eleandro Rodrigues também estão há muitos anos na rádio. “Dá pra ter uma noção do quanto é bom trabalhar na Campo Aberto. Somos uma família trabalhando em prol das famílias! É um ambiente maravilhoso, com profissionais comprometidos.

Eleandro Rodrigues está na emissora a mais de 20 anos, agora no setor de jornalismo e diz se sentir muito feliz em fazer parte da equipe. Ele conta que iniciou trabalhando na equipe de esportes, na época puxando fio nas transmissões de jogos. “Os equipamentos se modernizaram e chegou a geração do sem fio. Tive que me reinventar e iniciei a minha trajetória no microfone como plantão esportivo. De lá pra cá, trabalhei no entretenimento e apresentando programa’’.

 Eleandro conta que acompanhou de perto e fez parte de todo o processo de evolução da rádio Campo Aberto. “Me sinto muito feliz em fazer parte desta emissora que contribui e muito para o desenvolvimento da nossa região’’.

 A evolução

João Gurtat Neto, fala que esses 31 anos são de uma história extremamente rica, de imensas alegrias, crescimento e transformação. Ele lembra que na época de 1990, quando entraram no ar, eram tempos muito distantes da era digital. “Eram discos de vinil, cada vinheta tinha um cartucho específico, dependia bem mais do operador, do locutor e de quem fazia o trabalho discotecário. Aos poucos fomos evoluindo até chegarmos onde estamos nos dias de hoje’’.

Para João, sua trajetória é de crescimento, são 29 anos evoluindo na família Campo Aberto. “Trabalhei em vários setores até o ano de 1998, quando assumi a gerencia geral da emissora. Tenho muita gratidão por Paulo Pinto, ele oportunizou e deu condições para meu crescimento e evolução como profissional e como pessoa”.

Segundo o radialista, a grande transformação ocorreu em 2018, com a mudança do AM para o FM. “Passamos a ter uma qualidade sonora ímpar e isso nos tornou uma emissora ainda mais forte. Somos lideres de audiência há bastante tempo e essa mudança foi extremamente importante, o marco da emissora foi essa transformação’’, finaliza João.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail