Beleza

Flavia Adria: da Vila Carli para o mundo das passarelas

Realmente, tem guarapuavanos espalhados pelo mundo afora, e o que é melhor de tudo: fazendo sucesso nas mais variadas áreas profissionais. A menina Flavia Adria, hoje com 20 anos de idade, morava na Vila Carli, numa casa simples, bem encostadinha às margens da BR-277.

Estudou no Colégio Carolina G. Franco; ganhou bolsa e foi para o Colégio Sesi e depois, optou pelo curso de Publicidade e Propaganda, na Faculdade Campo Real. Mas o desejo de seguir a profissão de modelo falou mais alto e Flavia arrumou as malas, e com a cara e a coragem foi estudar inglês em Curitiba.

Eu sempre quis ser modelo e sabia que o meu biótipo me dava as maiores chances, por isso, larguei a faculdade e fui me preparar para atingir o meu objetivo de vida. Flavia já tinha feito testes e cursos com a agência Marcelo Germano, mas a falta de recursos financeiros a impediram de seguir em frente.

Loira, magra, olhos azuis, 1,73 de altura, 53 quilos, Flavia começou trabalhando em shoppings até ser descoberta por um olheiro. Há dois anos ela entrou para a Mega Model Brasil e transferiu residência para São Paulo.

Hoje ela trabalha com a Allure e já desfilou no São Paulo Fashion Week, em duas temporadas; trabalhou na Croácia numa campanha de óculos; fez editorias para as revistas Vogue, Manequim, entre outras.

A filha do casal Maria Lizete e Gilson saiu de Guarapuava com 17 anos de idade, contando com o pouco de dinheiro que a sua mãe podia lhe dar.

Foi muito sofrido. Em São Paulo enfrentei todas as dificuldades que uma pessoa pode ter, principalmente, no mundo da nova. As meninas são cruéis, mas sempre fui muito focada. Andei de ônibus, de metrô; morei em casas de agências com outras modelos.

Porém, o esforço da guarapuavana está sendo recompensado. Hoje tenho dinheiro guardado e em breve vou abrir o meu próprio negócio e será aqui em Guarapuava. Por enquanto, ela prefere fazer suspense sobre qual foi a área escolhida.

Mas a sua principal recompensa está sendo poder retribuir o apoio recebido da sua família. Hoje o que me deixa gratificada é que estou podendo ajudar a minha família.

E para 2018, Flavia quer alçar voos mais altos. Vou para Milão, Nova Iorque  e China. Quero ficar três meses em cada um desses países. Mas a meta principal? Ser angel da Victoria’s Secret. Tenho imagem para ser uma delas.

Veja Também