Responsivo

Gestante agredida por ex-marido e é socorrida

A equipe policial prestou socorro a mulher e garantiu sua segurança e do bebê

Na noite da última quinta-feira (14), por volta das 20 horas, a Polícia Militar recebeu um chamado de moradores da região do Mato Queimado, em Guaraniaçu, relatando que uma gestante necessitava de ajuda próximo ao trilho do trem.

Respondendo ao chamado, a equipe da PM se deslocou até o local indicado, percorrendo toda a extensão do distrito. Após cerca de 20 minutos, a viatura foi abordada pela vítima, que informou o possível paradeiro do ex-marido, autor das agressões, acompanhado por uma mulher não identificada.

A gestante, que se encontrava próxima ao nono mês de gestação, queixava-se de dores pelo corpo e na barriga. Diante da situação, os policiais decidiram conduzi-la até o Hospital Santo Antônio, em Guaraniaçu, com uma vizinha como acompanhante, visando garantir sua integridade física e a do bebê.

Durante o deslocamento, a vítima revelou ter registrado outra agressão na delegacia recentemente, solicitando medidas protetivas. No entanto, permitiu a visita do suposto agressor à filha maior, após esse procedimento.

Após receber atendimento médico, a gestante informou que iria para a casa de amigos em outro município.