Mais um suspeito do atentado em Guarapuava é morto em confronto com a PM

Polícia Militar entrou em confronto com o suspeito em Ponta Grossa nesta segunda-feira (02)

Na manhã desta segunda-feira (2), durante a “Operação Parador 27”, a Polícia Militar matou um dos suspeitos de ter participado da tentativa de assalto em Guarapuava neste feriado de Páscoa.

Enquanto cumpriam mandados de prisão no Condomínio Real 4, na cidade de Ponta Grossa, as equipes se depararam com o suspeito, William Ferreira da Silva, que na abordagem reagiu sacando uma pistola de calibre 765mm e disparando contra os militares, onde se iniciou o confronto que resultou em sua morte. Ele era conhecido popularmente como “Bandoleiro” e “Grego”. No mesmo local foi preso um homem de 38 anos portando crack, cocaína e maconha.

Após o primeiro confronto a equipe policial deu seguimento à operação indo até o distrito rural de Guaragi onde prenderam três homens, de 20, 26 e 31 anos, por posse ilegal armas. Dois deles já possuiam mandado de prisão em aberto.

No local foram encontradas 198 gramas de maconha, 25 gramas de haxixe, 52 gramas de cocaína, um revólver, três espingardas de diversos calibres, muita munição, rádios comunicadores, toucas “balaclavas” e outros materiais relacionados ao tráfico de drogas. Uma das linhas de investigação, conduzida agora pela Polícia Civil, não descarta a chance dos cinco homens serem integrantes de uma grande facção criminosa de atuação nacional e que tenham participado na tentativa de assalto à empresa de valores em Guarapuava.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail