Deputados querem ciclovias nas rodovias pedagiadas

O objetivo é de garantir a segurança viária nas rodovias do Estado

Os deputados querem que, dentre as obras obrigatórias nas novas concessões, esteja a implementação de ciclovias nos trechos pedagiados, sobretudo na área urbana. O objetivo é de garantir a segurança viária nas rodovias do Estado, já que os acidentes nestes espaços envolvendo ciclistas costumam ser bastante graves. O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) defendeu nesta segunda-feira (26), o encaminhamento de requerimento, onde exige que essa benfeitoria conste no rol de obrigatoriedades das empresas concessionárias.
“É importante que as empresas que queiram explorar o pedágio no Paraná, incluam a implantação de ciclovias como obras prioritárias, pois essa infraestrutura é de grande valia às pessoas que diariamente se deslocam entre os municípios interligados pelas rodovias, a fim de trabalhar ou estudar utilizando a bicicleta como meio de transporte. Será um dispositivo a mais para garantir a segurança dos ciclistas, trabalhadores ou esportistas, que precisam de espaço seguro para o tráfego sobre duas rodas”, justifica Romanelli.
O pedido é reforçado pelos parlamentares que integram a Frente Parlamentar do Pedágio. A proposta é assinada também pela deputada Luciana Rafagnin (PT) e pelos deputados Arilson Chiorato (PT), Goura (PDT), Delegado Jacovós (PL), Gilson de Souza (PSC), Subtenente Everton (PSL), Requião Filho (MDB), Boca Aberta Júnior (PROS), Tadeu Veneri (PT), Professor Lemos (PT) e Tercílio Turini (CDN). O requerimento será encaminhado ao ministro da Economia Paulo Guedes e ao presidente da EPL (Empresa de Planejamento e Logística), Arthur Luis Pinho de Lima.