Elcio Jaime garante que vai trabalhar com o programa estadual de castração até equipar o castramóvel

Elcio Jaime garante que vai trabalhar com o programa estadual de castração até equipar o castramóvel

O prefeito de Quedas do Iguaçu, Elcio Jaime da Luz, garantiu durante o início da semana para representantes da Associação Amigo Focinho que protege os animais do município,  que vai trabalhar com as Organizações Não Governamentais (ONGs) que cuidam dos animais. “Fechamos parceria para cuidar dos nossos animais, vamos trabalhar com o Programa Estadual de Castração até equiparmos o castramóvel, para assim implantarmos o Programa Municipal”.

Na ocasião, o prefeito parabenizou o trabalho maravilhoso que as associações desenvolvem.

Segundo o chefe do Executivo, a expectativa é que com a implantação do projeto de castração de cães e gatos em conjunto com ações como a feira de animais, fiscalização de canis e trabalhos educativos, a prefeitura consiga minimizar o número de animais abandonados pela cidade.
“Também poderão ser atendidos animais que estejam sob responsabilidade de ONGs ligadas à proteção animal”, explicou o prefeito.



Programa


O programa de castração é um dos eixos do Sistema de Saúde Única do Paraná que trata da saúde do homem, do animal e da sustentabilidade ambiental, o Programa Permanente de Castração de Cães e Gatos foi desenvolvido com o propósito: harmonizar o meio ambiente para promover o desenvolvimento sustentável”.

Elcio falou sobre a importância da ação para reduzir o número de animais nas ruas e consequentemente os problemas de zoonose. Ele ressaltou que o animal sem castração procria. Ele disse ainda, que muitas vezes o dono não tem como arcar com o sustento da ninhada e abandona. Nas ruas eles contraem doenças de pele, desenvolvem câncer e não recebem o tratamento adequado, ou pegam nova prenhez, aumentando o problema.
“É um problema de saúde pública. O Programa de Castração vai nos dar o suporte necessário nessa demanda. Até equiparmos o Castramóvel para implantarmos o Programa Municipal, vamos solicitar o apoio do Governo do Estado. Nessa pandemia, a situação de cães e gatos abandonados agravou-se. A castração é a única forma de conter o aumento da população de animais nas ruas para podermos cuidar da saúde dos nossos pets (animais) e seus cuidadores”, afirmou.

Jaime disse que o programa estadual irá auxiliar os gestores, principalmente no controle populacional. O prefeito afirmou que a administração está trabalhando para o bem comum dos munícipes.



Castrar é um ato de amor

Os animais estão dentro das nossas casas. Fazem parte do ambiente familiar e são companhias nesse período de isolamento social. Cuidar da saúde desses animaizinhos é nossa responsabilidade, evitando, assim, que eles sofram ou levem doenças para dentro de casa.


Os animais não transmitem o novo coronavírus.  Porém, podem levar o vírus nas patas ao saírem nas ruas. Noções de higiene são fundamentais nesse período. O abandono também pode agravar o problema.  Os animais em situação de rua são mais suscetíveis às doenças e oferecem risco maior à saúde das pessoas. Sem controle, eles procriam e aumentam os problemas enfrentados pela sociedade. A castração é mais uma ferramenta.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail