Virmond chega a 31 anos na expectativa por complexo turístico e comemorações do centenário da colonização polonesa

Prefeito Neimar Granoski inaugurou academia ao ar livre, anunciou planos para terrenos no alagado e recebeu carta de descendente de desbravador do local

Virmond completou 31 anos de emancipação política na segunda-feira (17). Para comemorar, a prefeitura organizou três eventos. Logo cedo, foi rezada uma missa na Igreja Católica Matriz. Depois, no Auditório Municipal, ocorreu ato solene com a presença de oito dos nove vereadores, secretários, imprensa, além do prefeito e da vice, respectivamente Neimar Granoski e Olga Passarin.

Durante a ocasião, as autoridades do poder público renderam homenagens à cidade. O ato contou com a presença do historiador Geraldo Zapahowski. Virmondense radicado em Curitiba, ele já escreveu um livro sobre a história da colonização polonesa no município e prepara outras duas obras sobre a temática.

Na ocasião, Geraldo entregou ao prefeito Neimar uma carta escrita por um dos descendentes dos colonizadores que desbravaram a então Fazenda Amola Faca a partir de 1921. Bohdan Łyp mora em Varsóvia, capital da Polônia, e escreveu a Neimar para parabenizar Virmond pelo aniversário. Leia-a na íntegra:

“Apresento ao Prezado Senhor, como Representante da cidade e do município de Virmond, as minhas felicitações por ocasião dos 100 anos da existência dessa localidade e dos sucessos alcançados no seu desenvolvimento. Esse acontecimento me enche de alegria, visto que a iniciativa de Kazimierz Głuchowski e de meu pai Franciszek Łyp, apoiada pela grande e perseverante participação e pelo trabalho de Władysław Radecki, produziu um resultado positivo em forma da existência deste município brasileiro que hoje conta com pouco mais de quatro mil habitantes e que tem as suas raízes na colonização agrícola polonesa. Expresso meu profundo reconhecimento ao trabalho e à perseverança daqueles colonos que vieram à antiga colônia Amola Faca e com o seu trabalho deram origem a uma grande obra, ajudando no desenvolvimento do Estado do Paraná.

Honra e glória aos valorosos pioneiros dos 100 anos passados! Aos seus descendentes e a todos os moradores de Virmond, de todo o coração desejo novas realizações e a bênção de Deus”.

Centenário da colonização

O ato também deu início às comemorações do centenário da colonização polonesa em Virmond. O prefeito argumentou que tanto o aniversário quanto o centenário estão com programação modesta em razão da pandemia. Ainda assim, ele anunciou que os Correios vão disponibilizar um selo comemorativo em razão dos 100 anos do início do povoamento pelos poloneses.

“Assim que a população estiver totalmente imunizada, vamos fazer uma grande festa para comemorar o centenário”, garantiu o mandatário.

Inauguração de academia

O prefeito, após o evento no Auditório, seguiu para a praça Mitislau Palinski, onde inaugurou uma academia a céu aberto. Ele informou que o local contará com um profissional de Educação Física para orientar a população no manuseio dos equipamentos da academia. “Temos muitos presentes a ser entregues à população. Hoje, em especial, temos a academia. É um espaço público, que embelezou a nossa praça. Com a contratação de um profissional conveniado, queremos oferecer às pessoas o exercício físico”.

Lazer no alagado

Ainda nesta segunda, Neimar oficializou o projeto de um complexo turístico no alagado de Salto Santiago, entre os rios Cavernoso e Tapera. “Trata-se de um terreno com acesso livre para a população. O investimento é acima de R$ 1 milhão, com um projeto de construir loteamentos. Com a venda dos lotes, iremos investir na infraestrutura do local”, disse.