Responsivo

Campanha alerta sobre o uso de cigarro eletrônico por crianças e adolescentes

A iniciativa envolve profissionais da Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente, que visitam as salas de aula para dialogar diretamente com os alunos sobre o tema

Uma campanha educativa está sendo realizada nas escolas estaduais do município de Três Barras do Paraná, com o intuito de alertar os jovens sobre os perigos do uso de cigarro eletrônico, conhecido popularmente como vape. A iniciativa, promovida pela Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente local, busca conscientizar os alunos sobre os malefícios associados ao consumo desse dispositivo eletrônico.

Visitas em escolas
A iniciativa envolve profissionais da Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente, que visitam as salas de aula para dialogar diretamente com os alunos sobre o tema. Durante essas visitas, são explicados os riscos à saúde decorrentes do uso do vape, visando informar e conscientizar os jovens sobre os perigos dessa prática.

Malefícios do uso do vape
Dentre os principais malefícios destacados durante a campanha estão o vício em nicotina, o impacto no desenvolvimento cerebral, os riscos para a saúde pulmonar, a exposição a substâncias tóxicas e nocivas, além do incentivo ao tabagismo. Esses pontos foram abordados de forma direta pelos profissionais durante as atividades nas escolas.
Uma das organizadoras do projeto, Raquel Lays Rubio, enfatizou a importância da iniciativa. “Estávamos alertando-os sobre os riscos, pois a maioria dos alunos não os percebia. Para eles, o uso de drogas era apenas algo comum, sem enxergarem os perigos envolvidos”.

Estratégias
Raquel relata que a campanha teve início aproximadamente dois meses atrás, com pesquisa e produção de materiais educativos. Posteriormente, foram realizadas apresentações para os pais, reuniões na escola e pesquisas para entender a percepção dos alunos sobre o tema. Os membros da Rede de Proteção se dividiram para visitar as salas de aula, discutindo com os alunos sobre os riscos do uso de drogas e os malefícios associados.

Próximos passos
A organizadora também compartilhou os próximos passos da campanha. “A próxima fase incluirá ações para evitar que os adolescentes comprem drogas, como a distribuição de cartazes. Além disso, teremos um evento chamado ‘Deus Cidadão’ no município, nos dias 13, 14 e 15 de março, onde explicaremos os perigos das drogas e teremos profissionais disponíveis não só para os jovens, mas também para os pais”.

Conscientização e prevenção
Diante dos riscos evidenciados pelo uso do vape, a campanha em Três Barras do Paraná não apenas busca informar os jovens sobre os malefícios do cigarro eletrônico, mas também promover a conscientização sobre a importância de manter hábitos saudáveis e livres do tabagismo. “A ação destaca a necessidade de proteger a saúde e o bem-estar das crianças e adolescentes, incentivando escolhas saudáveis e seguras”, finaliza Raquel.