Paraná inicia vacinação que vai marcar a virada na guerra contra a Covid

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), disse que o dia 18 de janeiro de 2021,

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), disse que o dia 18 de janeiro de 2021, será lembrado como um ponto de inflexão na guerra que se trava no Brasil contra a Covid-19, a pandemia que já tirou a vida de mais de 210.000 brasileiros. 
Traiano comemorou o recebimento, pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior de um primeiro lote de 265.600 de vacinas do imunizante Coronavac, produzido pelo laboratório Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, trazido por um avião da FAB. A primeira paranaense imunizada foi a enfermeira do Hospital do Trabalhador (HT), Lucimar Josiane de Oliveira, de 44 anos.
“Esse é um momento decisivo nessa guerra que se trava contra a pandemia e que, no Paraná, sempre teve a Assembleia Legislativa na linha de frente, junto com o governo do Estado”, disse Traiano. 
O deputado lembrou que no ano de 2020 “a Assembleia repassou ao Governo do Estado em recursos próprios, economizado do próprio Orçamento, R$ 200 milhões. Esses recursos foram destinados à aquisição de equipamentos de segurança para profissionais de saúde, 2600 leitos de hospital sendo que destes, 1050 leitos de UTI, que ajudaram a salvar muitas vidas. Também disponibilizamos R$ 100 milhões para a aquisição de vacinas”, completou.
“A vacina vai virar o jogo contra esse vírus mortal que se transformou no grande desafio para a humanidade neste milênio”, disse Traiano. 
Para o deputado, o Paraná “deu um exemplo de unidade entre os Poderes e vem enfrentando esse desafio gigantesco dando exemplos de cooperação. Prefeituras, Governo do Estado, Legislativo e Judiciário, se somaram para enfrentar essa ameaça. A Assembleia deu exemplo. Aprovou centenas de leis destinadas a auxiliar no combate ao vírus. Abrimos mão do recesso para manter a prontidão e garantir que o governo tivesse condições de encontrar o Legislativo pronto para atender sua convocação por novas medidas contra a pandemia. A chegada da vacina vem coroar todos esses esforços, mas não podemos relaxar, por nem um minuto, porque essa guerra ainda não está ganha”, concluiu.
 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail