Saúde bucal em dia

Cuidados básicos diários evitam grandes problemas, afirma a dentista Gilmara Mezzari

As pessoas tendem a procurar um consultório odontológico somente quando a dor já é extrema, o que não é nada indicado, pois o acompanhamento deve ser constante.

Segundo a dentista laranjeirense Gilmara Mezzari, a procura maior dos pacientes aos consultórios são problemas simples, como: cáries, gengivite, periodontite, retração gengival, bruxismo e mau hálito. “Esses problemas poderiam ser evitados com cuidados básicos no dia a dia, como a escovação adequada, uso do fio dental, uso correto de enxaguantes bucais e visitas regulares ao dentista’’, diz.

A doutora explica quais são os problemas bucais mais comuns e que medidas devem ser tomadas em cada um deles.

Com relação à cárie ela diz que nada mais é que uma lesão provocada pelas bactérias, que produzem ácidos que atacam e dissolvem o esmalte dentário, gerando as lesões. “Quando não tratada, a cárie pode destruir os dentes e, dependendo da sua profundidade, infeccionar a polpa (nervo) necessitando de um tratamento endodôntico ou até mesmo extração completa do dente afetado”, conta. Ela diz ainda que com uma boa higiene dental e visitas no dentista a cada seis meses, esse problema pode ser evitado ou até mesmo resolvido com uma pequena restauração.

Gengivite e periodontite

Sobre a gengivite a dentista explica que acontece quando a placa bacteriana fica concentrada entre a base do dente e a gengiva, irritando a gengiva e, como consequência, provocando inflamação. O principal sintoma é o inchaço, sensibilidade e sangramento da gengiva durante a escovação e o uso de fio dental. “A maior recomendação é manter uma boa higiene bucal, principalmente com o uso do fio dental’’.

Já a periodontite, segundo ela, é uma inflamação que passa a atingir não apenas o tecido gengival, mas também a estrutura óssea que dá suporte aos dentes e geralmente com a presença do tártaro. Quando agravante, pode levar à perda dentária e óssea.  “Assim como a gengivite, o problema pode ser evitado por meio de uma boa higiene dental e, além disso, lembrar que é preciso realizar limpeza no dentista a cada seis meses, pelo menos’’.

Retração e sensibilidade

Outros problemas que acometem até pessoas que têm ótimos hábitos de higiene, é a retração gengival e a sensibilidade nos dentes. Conforme Gilmara, a retração consiste no deslocamento da margem da gengiva, o que desencadeia a exposição da raiz do dente, trazendo incômodo, dor e sensibilidade, principalmente ao ingerir bebidas geladas.

“O ideal é optar por escovas com cerdas macias e evitar movimentos rápidos e bruscos na hora de escovar os dentes, não só pra evitar a retração, mas também a hipersensibilidade, pois pode aumentar o desgaste da camada de esmalte, originando o problema”.

Mau hálito

Uma condição que afeta e incomoda muitas pessoas, é o mau hálito, que quando decorrente de problemas bucais, é causado pelo acúmulo de placa bacteriana ou por doenças periodontais.

A doutora conta que algumas práticas simples minimizam ou até acabam com o problema. “Introduzir mais fibras na dieta por meio da ingestão de legumes e frutas, beber muita água, não ficar longos períodos em jejum, não exagerar no consumo de alimentos excessivamente açucarados e de proteínas de origem animal, além da higienização adequada”.

Bruxismo

O último tópico abordado pela dentista é o bruxismo, que conforme ela são movimentos involuntários e periódicos dos dentes, causados por uma pressão anormal sobre as articulações dos maxilares. “O distúrbio decorre da contração rítmica de alguns músculos da face e as consequências mais comuns são o desgaste e sensibilidade dos dentes’’. Ela ressalta que na maioria dos casos está relacionado a perda dental, condições de mordida, estresse e a ansiedade é uma das principais causas. “Então, neste caso específico, controlar a tensão e as variações de humor é a recomendação. Lembrando que consultar o dentista regularmente e manter a higiene bucal em dia deveria ser um hábito frequente’’.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail