Black Friday: Google lista produtos com maior aumento de busca

Segundo o relatórios, que utiliza dados de 7 a 13 de novembro, os celulares são os mais populares entre brasileiros

Na última sexta-feira (19), a Exame divulgou uma pesquisa do Google que revelou os produtos mais procurados durante a Black Friday. Segundo o relatórios, que utiliza dados de 7 a 13 de novembro, os celulares são os mais populares entre brasileiros. Por outro lado, mercadorias relacionadas aos games foram as que contaram com os maiores aumentos de buscas em comparação com a semana anterior.

Confira abaixo os 10 maiores crescimentos de pesquisas no período:

  • Nintendo (+326%)
  • Games (+131%)
  • Notebook gamer (+130%)
  • PSN (+107%)
  • iPhone 13 (+106%)
  • Caixa de som (+103%)
  • Monitor (+103%)
  • TV Smart (+86%)
  • Smartphone (+86%)
  • Celular (+86%)

Como é possível observar, alguns termos representam o mesmo tipo de interesse, como “celular” e “smartphone”, ou são amplos — como “games”. Apesar de não informar com detalhes os produtos adquiridos, os dados apontam para intenções de compras.

Black Friday dos games

No caso da Nintendo, o lançamento recente do Pokémon Brilliant Diamond e do Shining Pearl podem ter motivado o crescimento. A diminuição natural do preço devido à idade do console “básico” também deve ter influenciado o interesse.

Já a PSN, a loja digital da PlayStation, pode ter um aumento ainda maior de buscas nesta semana após o começo da promoção de Black Friday da marca. Além de oferecer descontos de até 50 % em jogos como The Last of Us Part II e Marvel’s Spider-Man, a assinatura anual do serviço PlayStation Plus está 33% mais barata.

Em termos de smartphones, o Buscapé realizou uma pesquisa em sua plataforma neste mês, identificando que o Samsung Galaxy S20 FE, o Motorola Moto G9 Play e o iPhone 11 estavam entre os mais buscados por brasileiros. Mesmo assim, parece que o desejo por um iPhone 13 está em alta; o dispositivo custa até R$ 15.499 na loja da Apple nacional e ofertas da data comemorativa podem ser uma oportunidade de tornar a aquisição menos “salgada”.

Futuro promissor?

Gleidys Salvanha, diretora de negócios do Google para o segmento de Varejo, informou à Exame que as movimentações da indústria de games durante o período podem explicar o crescimento acentuado. “No geral, os tópicos de maior aumento são similares ano a ano, mas, às vezes, somos surpreendidos. Houve um ano, por exemplo, em que a procura por sabão líquido e em pó disparou, refletindo a quantidade de promoções e propagandas do produto no período”, adicionou. O Google também disse que oferece ajuda a empresas com insights durante a Black Friday.

Há uma expectativa de aumento de vendas da Black Friday para este ano no e-commerce. Segundo a Associação Brasileira de Comércio (ABComm), o varejo digital nacional deve movimentar R$ 6,38 bilhões durante as 24 horas da sexta-feira do dia 26/11. A estimativa aponta para um crescimento de 25% em relação ao faturamento de 2020.

Quer ficar por dentro das novidades? Então nos acompanhe pelo Facebook | Twitter | YouTube | Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail