Brasil perdeu ontem (27) Gilberto Braga escritor de diversas novelas brasileiras

Gilberto escreveu clássicos como “Escrava Isaura (1976)”, “Dancin Days (1978)”

O Brasil se despediu nesta terça-feira (26),do dramaturgo Gilberto Braga. O escritor morreu de complicações decorrentes do Mal de Alzheimer e de uma infecção sistêmica decorrente de uma perfuração no esôfago. Com 75 anos, Gilberto dedicou 50 deles a escrever novelas e minisséries para a televisão. São deles os clássicos “Escrava Isaura (1976)”, “Dancin Days (1978)”, “Vale Tudo (1988)” e “Celebridade (2003)”.

Ao longo da carreira, Gilberto se popularizou por tramas que discutem ética e moral, como através das personagens Maria de Fátima (Glória Pires) e Raquel (Regina Duarte), de “Vale Tudo”. Também são deles alguns dos maiores suspenses da teledramaturgia, como os mistérios para saber quem matou Odete Roitman em “Vale Tudo”, Lineu Vasconcelos de “Celebridade”, Taís de “Paraíso Tropical (2007)” e Norma de “Insensato Coração (2011)”. Além das novelas citadas, Gilberto Braga também escreveu “Dona Xepa (1977)”, “Água Viva (1980)”, “Corpo a Corpo (1984)”, “O Dono do Mundo (1991)”, “Pátria Minha (1994)”, “Força de um desejo (1999)” e a derradeira “Babilônia (2015)”.

Quer ficar por dentro das novidades? Então nos acompanhe pelo Facebook | Twitter | YouTube | Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail