Netflix quer implementar anúncios na plataforma após a perda de 200 mil assinantes

A plataforma quer implementar vídeos com publicidade para baixar o custo das assinaturas

Após informar a perca de 200 mil assinantes, a Netflix anunciou algumas medidas para reverter o quadro, que segundo a empresa, a expectativa é de um acréscimo de 2 milhões de assinaturas no segundo trimestre de 2022.

A primeira medida já anunciada é um modelo que impeça o compartilhamento de senhas, pois de acordo com o relatório divulgado para acionistas, a empresa entende que esse é um dos principais fatores para a queda de usuários.

“Somado aos 222 milhões de usuários pagos, acreditamos que a Netflix está sendo dividida com mais de 100 milhões de casas. A divisão de contas não mudou muito nos últimos anos, mas, junto a outros fatores, significa que está mais difícil crescer em alguns mercados”, diz o texto.

Outra ação foi vocalizada pelo CEO da Netflix, Reed Hastings. O executivo, em entrevista a imprensa norte-americana, afirmou que o serviço estuda uma nova forma de cobrança para baixar os preços: para compensar o valor, a Netflix utilizaria publicidade em seu conteúdo.

Concorrência

Apesar do resultado ruim no primeiro trimestre de 2022, a Netflix segue na liderança do mercado. O serviço, no relatório, cita que acredita no streaming como o futuro do entretenimento.

“A competição com a TV tradicional, assim como com o YouTube, Amazon e Hulu, tem sido a mais robusta dos últimos 15 anos. Nos três últimos anos, as companhias de entretenimento perceberam que o streaming é o futuro e vários serviços foram lançados”, diz o texto direcionado aos acionistas.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail