Salário mínimo em 2022 será de R$ 1.210

Não haverá aumento real, acima da inflação, segundo o relator Hugo Leal

O relator do orçamento de 2022, deputado federal Hugo Leal (PSD-RJ), definiu em R$ 1.210 o valor previsto para o salário mínimo do próximo ano. O número representa um aumento de 10,04% em relação aos R$1,1 mil vigentes em 2021.

O reajuste, porém, repõe a inflação acumulada no índice nacional de preços ao consumidor (INPC). 

Portanto não haverá aumento real acima da inflação. Os 10,04% representam uma projeção para o Inpc feita pela secretaria de Política Econômica em novembro. Leal cita uma projeção atualizada de 10,18%. Se este for o percentual a ser aplicado, o salário mínimo chegaria a R$ 1,2 mil em 2022.

Valores dos últimos reajustes

Os R$ 1.210 são R$ 41,44 superiores aos R$ 1,1 mil estimados originalmente pelo governo, em agosto deste ano. Se o reajuste do salário mínimo for aprovado, será o maior desde 2016. 

Veja os valores dos últimos reajustes: 2021: 5,22% (R$ 1.100) 2020: 4,7% (R$ 1.045) 2019: 4,61% (R$ 998) 2018: 1,81% (R$ 954) 2017: 6,48% (R$ 937) 2016: 11,6% (R$ 880).

Aumento em 2021 ficou abaixo da inflação

Em 2021, o governo reajustou o salário mínimo abaixo da inflação. O Inpc acumulado no ano anterior foi de 5,45%, acima dos 5,22% projetados pelo governo quando definiu o aumento.

Com isso, o valor ficou R$ 2 abaixo do que deveria, com impacto para trabalhadores e para quem recebe aposentadoria, seguro-desemprego e benefícios sociais.

Como o salário mínimo foi definido antes de sair a inflação consolidada do ano anterior, é normal ter havido uma diferença. O mesmo aconteceu em 2020, mas o governo corrigiu o valor antes da chegada de fevereiro.

Em agosto, Bruno Funchal, então secretário especial do tesouro e orçamento, afirmou que os R$ 2 que não foram incorporados ao mínimo em 2021 podem ser incluídos no valor de 2022.

Quer ficar por dentro das novidades? Então nos acompanhe pelo Facebook | Twitter | YouTube | Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail