Pesquisa desenvolve produto a partir de esgoto da agroindústria

“Futuramente, os produtores poderão criar pequenas usinas para transformar efluentes em um produto que poderá acelerar os resultados do plantio”, relata o pesquisador

Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat), desenvolveu nos últimos três anos um produto inovador a partir de resíduos sólidos e líquidos de lodos de esgotos domésticos e da agroindústria. De acordo com o pesquisador Adriano Buzutti de Siqueira, os Bio-CDots são nanopartículas luminescentes que podem ser usados em atividades do agronegócio para promover melhor absorção da luz solar pelas folhas das plantas.

Essas nanopartículas são obtidas de pontos quânticos de carbono (PQCs) usando princípios de síntese da química verde. Para fazer a transformação, o projeto utilizou, principalmente, o efluente de suíno in natura. Mesmo obtidos a partir de dejetos, são totalmente livres de agentes causadores de doenças.

A utilização de resíduos orgânicos para a obtenção dessas partículas é tema de pesquisas em vários locais do mundo, considerando o baixo custo e a grande disponibilidade desses efluentes. Em Mato Grosso, a obtenção do Bio-CDots a partir de resíduos do agronegócio agregará valor às cadeias produtivas, transformando matéria indesejada em um nanomaterial, com diversas aplicações benéficas para o próprio setor.

O pesquisador destaca que o próximo passo é caracterizar e avaliar a aplicação do produto como fotossensibilizador de plantas em grandes áreas. Com isso, os pesquisadores esperam resolver problemas de destinação de resíduos sólidos e águas residuais.

“Teremos um produto de aplicação biotecnológica à disposição dos produtores rurais, no qual poderão criar, futuramente, pequenas usinas em propriedades para transformar efluentes em um produto que poderá acelerar os resultados do plantio na agricultura”, explica.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail