Operário Laranjeiras Futsal estreia na Série Ouro contra o Ampére

O time de Laranjeiras jogou com determinação, mas perdeu pro time adversário por 5×2

A série ouro do Campeonato Paranaense teve seu início no último sábado (12), e o Operário Laranjeiras fez a sua estreia na cidade de Santa Izabel do Oeste, contra o time do Ampére. Os novos jogadores se apresentaram ao público em entrevista, e contaram suas expectativas para o ano.

Expectativas

Everton Andrigo (Haap)

Haap é conhecido no mundo futsal com este apelido que recebeu quando criança. referente ao estilo musical. “Eu vim para ajudar a equipe e vamos fazer um belo ano, se Deus quiser. Sou natural de Caxias do Sul, e joguei minha última partida em 2021, pelo time do Praia Clube”. Para o jogador o Operário Laranjeiras Futsal, é um clube que detém muitos títulos, e espera fazer um belo ano com essa camisa, afirmou.

Ianderson de Oliveira Silva (Ian)

Ala esquerda do time e recém contratado do Operário, espera poder somar e contribuir o máximo pra equipe. “Sabemos que temos um ano difícil pela frente, mas vamos em busca de nossos objetivos. Sou natural de Fortaleza, e quero com garra e muita determinação fazer um bom ano”, ressaltou. 

Gabriel Darici Scanferla

Este é seu primeiro ano no OLF. Gabriel tem 26 anos e é natural de Maringá. “Estou muito feliz de estar vestindo essa camisa este ano. Eu comecei meu primeiro ano no profissional em 2013 pelo Maringá, que era o Opnus Maringá Cyagim, e por último estive no Campo Mourão, e agora estou em Laranjeiras. O torcedor pode esperar muita garra, e muita vontade, somos um elenco muito empenhado em buscar nossos objetivos”.

José Eduardo Ribeiro Côrrea da Silva

Conhecido como Zé, é o mais jovem do time com 18 anos, e joga como goleiro. “Sou natural de São Paulo, e jogava pelo São Paulo Futsal Clube, fiz uma boa temporada ano passado no campeonato paulista e o Vitor Vianna, o preparador de goleiros já me conhecia e acabou me contratando. Vou jogar no profissional e na categoria sub-18. E pode-se esperar muita dedicação. Estou ansioso pelo meu primeiro ano como profissional, vou sempre usar minha referências em goleiros o Veloso, o Ari, e se Deus quiser vai dar tudo certo para nós neste ano”.

Valter Batista Cordeiro Filho 

O ala canhoto conhecido como Valtinho, vem com uma grande bagagem, e já atuou pelo futsal paulista, jogando por Indaiatuba, Taubaté e nos últimos anos esteve no Campinas. “Sou natural de Belo Horizonte. A ansiedade para estreia é normal, e estar numa equipe nova, num estadual novo, e a expectativa é a melhor possível, chegamos no começo do ano e nos adaptamos ao esquema do professor Luciano. Sou um jogador com muita dedicação, vontade e empenho e a torcida pode ter certeza que serei muito aguerrido em todos os jogos”

Tomás Cesário da Silva

O jogador já teve a oportunidade de jogar em Laranjeiras do Sul, enfrentando o OLF, quando atuava pelo Campo Mourão. “Estou muito feliz em vestir essa camisa, e espero fazer um bom ano e ter bons resultados pelo Operário. Estou ansioso pela estreia, esperamos fazer um bom jogo com vitória, o que é sempre importante”, conclui

Jogo

•Escalação Operário

Titulares: goleiro Veloso (25), São Pedro (13), Dario (04), Rafinha (89), Bigode (17). Reservas: Zóio (09), Haap (14), Kevin (28), Tomas (08), Zé Eduardo (01), Valtinho (16), Ian (21), Gui Marques (99).

Desfalques: Dodô e Ari machucados e Diego Feitosa que pediu dispensa.

Técnico: Luciano Bonfim

•Escalação Ampére

Titulares: goleiro Roni (21), Jardel (07), Danrlei (08), Dudu Taborda (77), Ricardinho (10).

Reservas: Cleison (30), Igor Velho (55), Luan Amaral (99), Everisto (96), Gerym (11), Japa (14), Lucas Bocha (15), Paulinho (26).

Técnico: Dalton Bacana

•Primeiro tempo

O jogo começou às 20h15 da noite, e teve o primeiro tempo com maior domínio de bola do time do Ampére. Numa jogada de escanteio, o jogador Ian abre o placar para o Operário. Em diversas tentativas de finalização do OLF, o goleiro Roni salvou todas.

Minutos à frente numa distração da defesa do Operário, o jogador Dudu do Ampére, empatou o jogo para o time, deixando o placar todo igual em 1×1.

Ainda tentando organizar a defesa, OLF faz diversas tentativas de gol sem sucesso, e num lance rápido o Ampére passa a frente no placar, com o gol de Igor. Rafinha leva cartão amarelo num lance que gerou pênalti para o Operário, e Dario cobra, porém o goleiro espalma. O sistema defensivo do Ampére sufoca o Operário, e Bigode tenta o gol mas o goleiro salva. Danrlei faz a rede tremer e aumenta a vantagem do Ampére para 3×1.

•Segundo tempo

O segundo tempo começou tenso, e com desatenção do OLF. Numa cobrança de escanteio, o time jogou a bola fora. E o goleiro Roni continua se destacando salvando todas as bolas do Operário. O time de Laranjeiras tem dificuldades em fazer uma sequência de jogadas que gerem finalizações. O goleiro Veloso do OLF leva cartão vermelho, numa jogada onde a bola bateu em seu braço, e é expulso do jogo. Assim o jovem Zé Eduardo, de 18 anos, fez a sua estreia pelo gol do OLF.

Num lance complicado de falta por trás, Kevin leva cartão amarelo pro time de Laranjeiras, que se reorganizou e apostou na marcação de linha.

Em nova distração do time, o Ampére, aumentou o placar para 4×1. Operário trabalha para diminuir o placar do jogo, mas muitas finalizações acabam indo para fora. Mas de tanto insistir Dario diminuiu o placar para o Operário e fez mais um gol. Empolgados com o gol, o OLF relaxa na defesa, e o Ampére em sequência aumenta o placar, abrindo vantagem de 5×2.

Por fim, o destaque do jogo ficou com o goleiro do Ampére Roni.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail