Acadêmicos da Campo Real conhecem o moinho da Coprossel

A visita fez parte de aula prática da disciplina de Inovação e Competitividade, ministrada pela professora Raquel Fedrecheski Palhano

Na segunda-feira dia (20), os alunos do Centro Universitário Campo Real de Laranjeiras do Sul fizeram uma visita técnica no Moinho da Cooperativa Coprossel, que industrializa a Farinha Trigosel. Nesta ocasião foram os alunos das turmas do Curso de Administração e Ciências Contábeis que através da disciplina de Inovação e Competitividade buscaram no moinho um exemplo prático de inovação através do processo de empacotamento e enfardamento automatizado que está em fase final de testes e já nos próximos dias estará em pleno funcionamento.

Geração de conhecimento

O gerente de produção do moinho, Júlio Bagnolin que recebeu os acadêmicos com a equipe, demostrou na visita desde o espaço de laboratório, produção e beneficiamento do trigo, empacotamento e enfardamento da farinha. “O moinho tem evoluído a cada ano, oportunizando capacitações aos colaboradores, buscando os melhores equipamentos e técnicas para oferecer o que há de melhor aos consumidores da Farinha Trigosel”. Ficamos felizes em atender a comunidade acadêmica e contribuir para o processo de geração de conhecimento, destacou Júlio.

Para a professora da disciplina Inovação e Competitividade da Campo Real, Raquel Fedrecheski Palhano, a visita veio reforçar os conhecimentos vistos em sala de aula. “Os alunos ficaram impressionados com a realidade do processo de industrialização da farinha no Moinho e puderam identificar no local, o processo de modernização e inovação propostos pela disciplina”, diz Raquel.

Um dos acadêmicos que estiveram no Moinho Coprossel, Miguel Henrique Schoroeder, do Curso de Ciências Contábeis da Campo Real, relatou que, sem dúvida a visita agregou muito pessoal e profissionalmente. “Particularmente o que me chamou a atenção foi a nova máquina de automatização do processo de empacotamento. Desde a chegada da farinha na máquina e saída da embalagem pronta para comercialização. Agente não tinha ideia como funcionava a indústria, as demais máquinas, mecanismos e tecnologia para produção da farinha”. Ficamos gratos a todos os colaboradores pela atenção de explicar todo o processo do moinho e pela oportunidade de conhecer as instalações que recebe o trigo produzindo pelos agricultores da região, e industrializa a Farinha Trigosel.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail