Associação de Bolão ganha status de utilidade pública

Tanto no feminino, quanto no masculino eles foram dezenas de vezes campeões dos Jogos Abertos do Paraná e Jogos Abertos

Tanto no feminino, quanto no masculino eles foram dezenas de vezes campeões dos Jogos Abertos do Paraná e Jogos Abertos da Cantuquiriguaçu (Jarcans). Também venceram quatro campeonatos estaduais e disputaram certames em Mato Grosso e Rio Grande do Sul. Considerada uma das melhores equipes de todo o estado, a Associação dos Bolonistas de Laranjeiras do Sul agora terá maior possibilidade de investimentos. Isto porque, por meio de lei aprovada na Câmara de Vereadores na segunda-feira (13), o time tornou-se entidade de utilidade pública municipal. O projeto é de autoria dos vereadores Darci Massuqueto e Ivaldonir Panatto.

A associação foi instituída em agosto de 2019, mas a equipe tem títulos que datam de mais de 20 anos. Conforme um dos mais tradicionais atletas da modalidade, Juarez Veiga, com a utilidade pública, o objetivo é construir uma sede e garantir a manutenção dos equipamentos, além de pleitear um torneio para angariar recursos e colocar Laranjeiras do Sul na rota dos grandes campeonatos. Atualmente, a entidade é composta por 21 membros, além de quatro atletas mirins. “O bolão faz irmandade, é família. Também é um esporte para qualquer idade”, destacou o jogador, citando um dos pioneiros do esporte na cidade, Teolindo Boldrin (in memorian), o Pinóquio.

Membros

São membros da associação: Francisco Churschiak (presidente); Maria Edia Erustes (vice-presidente); Cecilia Bueno (secretária); Juarez Veiga (2° secretário); Hilda Rodrigues (tesoureira); Olivir Gavlik (2° tesoureiro); Eliany Molinari (diretora esportiva); Rotildo Arruda (vice-diretor esportivo e técnico); Valdecir José do Prado (diretor social); Wiviane Machado (vice-diretora social); conselho fiscal: Mariano Américo Ribeiro, Mara Helena Rigo, Ugero Fedatto, Salete Vieceli e Lucinei Churschiak. Demais sócios-fundadores: Albertina Wessler, Regiane Chruschiak, Salete Arruda, Eurico Miranda e Maury Batista.