Responsivo

Comunidades celebram os 90 anos da Paróquia Sant’Ana

: “Superamos todas as expectativas. A participação do povo foi notável, e o envolvimento dos músicos e artistas locais contribuiu para o sucesso da festa”, destaca o Padre Sebastião Gulart

Nestes últimos dez dias foram realizadas as celebrações de 90 anos da Paróquia Sant’Ana. O Correio do Povo conversou com o Padre Sebastião José Gulart sobre esta data tão importante.

O Padre destaca que a Padroeira Sant’Ana, é comparada à figura de uma avó acolhedora, que oferece carinho, abraços e um ambiente acolhedor. “Os jovens e toda a comunidade enxergam nela um símbolo de acolhimento espiritual, e é isso que inspira o povo de Laranjeiras a ser acolhedor como ela. Sant’Ana Fest foi criado para honrar a Padroeira e proporcionar um período de celebração, reflexão e união para todos os fiéis”, enfatiza ele.

Parte espiritual

Para o Padre, os dias trouxeram novenas muito participativas e um período bonito, com o envolvimento das comunidades do interior e das paróquias vizinhas que fizeram parte dos 90 anos da Sant’Ana. “Paróquias como São João Batista de Nova Laranjeiras, Santo Antônio de Pádua de Rio Bonito do Iguaçu, Imaculada Conceição do Porto Barreiro e Nossa Senhora do Monte Claro de Virmond participaram com seus padres, tornando o evento ainda mais especial” destaca.

“A novena teve uma participação ativa de pessoas, incluindo o Bispo Dom Amilton e o Padre Geovane, que veio celebrar seus 60 anos de Padre conosco. Foi uma experiência espiritual e participativa muito bonita”, acrescenta.

Parte festiva

Sebastião também ressalta as festividades, que foram surpreendentes. “Foi a primeira vez que realizamos dez dias de festas. Inicialmente tivemos receio sobre a resposta do público, mas acabou superando todas as expectativas. A participação do povo foi notável, e o envolvimento dos músicos e artistas locais contribuiu para o sucesso da festa” afirma.

Ao falar sobre os recursos arrecadados durante os dez dias, o padre menciona que serão usados para várias finalidades. “Primeiramente, para a manutenção das atividades diárias da paróquia, e também para apoiar projetos sociais, como o Cáritas. Além disso, parte do dinheiro será destinado à revitalização da praça da Igreja Matriz, um projeto que conta com a colaboração da sociedade” explica.

Próxima festas

O Padre também cita que para o próximo ano, a intenção é manter o mesmo estilo da festa, buscando melhorias a partir das experiências deste ano. “Ouvir as sugestões e opiniões da comunidade é fundamental para aprimorar a festa e torná-la ainda mais especial”, finaliza ele.