Justiça: foram condenados os sequestradores de Tamires, filha do prefeito Berto

O prefeito de Laranjeiras, Berto Silva, desabafou e comemorou a condenação dos criminosos que sequestraram sua filha Tamires Regina Gemelli

O prefeito de Laranjeiras, Berto Silva, desabafou e comemorou a condenação dos criminosos que sequestraram sua filha Tamires Regina Gemelli da Silva Mignoni, em outubro de 2020.

A médica foi raptada quando saía de um posto de saúde onde trabalhava, na cidade gaúcha de Erechim, e resgatada, cinco dias depois, em Cantagalo.

Condenação

A decisão da 1ª Vara Criminal de Erechim foi proferida na quarta (21) e divulgada nesta quinta-feira (22) pelo Tribunal de Justiça do RS. Cabe recurso da decisão.

O homem considerado o mentor da ação, foi condenado a 17 anos de prisão. Já a mulher envolvida no sequestro recebeu a pena de 15 anos de reclusão, ambos em regime inicial fechado.

O juiz Marcos Luís Agostini também negou o pedido de liberdade dos réus, que seguem presos desde o início das investigações.

“Pode-se concluir com segurança que os réus sequestraram a vítima Tamires Regina, mantendo-a em cativeiro pelo período de seis dias, com a finalidade de obter, para si ou para outrem, vantagem econômica consistente em R$ 2 milhões a título de condição ou preço do resgate”, disse o magistrado, na sentença.

Desabafo

O pai de Tamires, Berto Silva disse em nota nas redes sociais, que nada que acontecesse agora seria capaz de apagar da mente e tirar do coração o sofrimento vivido no período de 16 a 21 de outubro do ano passado. “Saber que a justiça fez a sua parte, confesso, ameniza nossa dor e ajuda a cicatrizar esta ferida. Não me canso de agradecer a todas as pessoas que dobraram os seus joelhos em oração pela minha filha. Vou carregar este sentimento de gratidão para sempre comigo”, desabafou.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail