Os benefícios do pilates na gestação

Os exercícios são executados de maneira controlada, visando os cuidados e o que precisa ser beneficiado em cada um dos trimestres da gestação

Durante muito tempo, a gravidez foi vista como um período em que a mulher deveria limitar suas atividades e ficar mais quietinha. Hoje, a prática de atividades físicas não é apenas bem-vista, mas também recomendada para uma gestação mais saudável e tranquila, um parto facilitado e um melhor processo de recuperação.

Os exercícios de pilates podem ser realizados desde o primeiro trimestre, mas com cuidado para não trazer qualquer problema para a mãe ou para o bebê. Estes exercícios são excelentes para fortalecer e tonificar os músculos de todo o corpo, preparando o corpo da mulher para a chegada do bebê.

A fisioterapeuta Vanessa Scariot Martim, fala que a gestante pode praticar desde que liberada pelo médico. “Trabalhamos com exercícios direcionados para cada trimestre, respeitando a individualidade de cada uma’’.

Segundo ela, o objetivo é aliviar os incômodos  gerados pelas alterações estruturais que esse período exige de cada mulher. “O foco do atendimento é na qualidade do movimento, pensando no seu parto e pós parto, além de realizar exercícios direcionados para a queixa da gestante’’, explica

Com os músculos mais fortes e firmes, a gestante tende a sentir menos dores nas costas, movimenta-se com maior facilidade e encontra-se com mais disposição para realizar suas atividades do dia a dia, o que pode ajudar na hora de arrumar tudo para a chegada do bebê.

Importância

O pilates para grávidas tem grande importância, pois favorece um preparo físico e mental. “Os exercícios são preparados com exclusividade para esse grupo, pensando nos cuidados de cada fase, promovendo qualidade de vida, além de gerar uma conexão da mãe com seu bebê’’, relata.

Normalmente a duração de um atendimento de pilates é de 50 a 60 minutos, orientamos as gestantes a praticar no mínimo 2 vezes na semana. Ela pode praticar pilates até o final da gestação, respeitando o seu momento.

Benefícios

Os exercícios de pilates ajudam a suportar melhor o peso da barriga, combatem o inchaço e ainda facilitam o nascimento no parto normal, além de diminuir o risco de incontinência urinária na gravidez e no pós-parto.

“Melhora na consistência corporal, ganho de mobilidade articular, melhora no padrão postural, ganho de flexibilidade, melhora na respiração e no equilíbrio, proporciona relaxamento e bem estar, estabilidade da coluna para prevenir dores lombares e o fortalecimento global com ênfase na ativação de abdômen e assoalho pélvico, são alguns dos excelentes benefícios’’, conta Vanessa.

Conforme a fisioterapeuta, é de extrema importância que o médico  obstetra tenha conhecimento que a grávida está praticando este tipo de atividade física.  “Isso porque em alguns casos é mais indicado não praticar nenhum tipo de atividade física durante esse período, especialmente se houver risco de aborto”, completa.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail