UAD vai cadastrar estudantes de Laranjeiras no dia 27

Vagas nos ônibus que vão a Cascavel e Guarapuava são limitadas. Inscrição custa R$ 65

Ainda não se sabe o grau da pandemia no Brasil nos próximos meses. E isso deixa impasses em muitos setores da sociedade, como na Educação. No caso dos universitários de Laranjeiras do Sul que estudam em Cascavel e Guarapuava, não há uma previsão de quando as atividades presenciais serão retomadas. 
Entretanto, a Associação dos Universitários do Dinão (UAD) – entidade que, entre outras funções, regulamenta o transporte dos estudantes -, publicou edital notificando aos interessados sobre o período de cadastro de novos associados. Será no dia 27 de janeiro.
Os interessados devem comparecer a partir das 8h30 nas dependências da sede da UAD, em enexo ao prédio da secretaria de Educação, agora localizada na antiga prefeitura. 
Para realizar a inscrição, é necessário portar cópias da Certidão de Pessoa Física (CPF) e do Registro Geral (RG), além do título de eleitor e um comprovante de matrícula em uma instituição de ensino. A taxa de adesão é de R$ 65, mas as vagas são limitadas. 
Existem seis ônibus que realizam percursos distintos. Para a linha que vai a Guarapuava e entrega alunos na Unicentro (CEDETEC), Futura e Faculdade Guairacá, há 10 vagas. Para o trajeto Campo Real, Unicentro (Santa Cruz) e Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), são três. Há ainda duas vagas para Campo Real, Unicentro (Santa Cruz) e Senai.
O ônibus que percorre a Faculdade Guarapuava em seus dois campus possui quatro vagas. Para Cascavel, o único veículo, que percorre a Universidade do Oeste do Paraná (Unioeste), Faculdade Assis Gurgacz (FAG), Unipar e Univel, são 18 vagas. 

 


Pinhão

Ainda falando no assunto de transporte, a secretaria de Educação de Pinhão realizou curso com os profissionais que atuam no setor. O curso de atualização do transporte escolar foi aplicado na terça (5) e quarta-feira (6), seguiu ontem (7) e será concluído hoje (8). Participaram do evento os motoristas do quadro efetivo do município. 
“Essa atualização é obrigatória de cinco e cinco anos e por isso, durante esses dois dias, foram 50 horas de curso, sendo 16 somente de atualização. Iniciamos com transporte escolar e depois seguimos para os que trabalham com o transporte coletivo. Agradecemos ao secretário João Maria Camargo pela confiança depositada em nosso trabalho.” disse o palestrante Valdeci Santos.