Adilson Nogueira: “Vou fazer da Câmara de Vereadores a casa do povo”

Adilson mora em Laranjeiras do Sul desde os cinco anos. É músico desde os oito anos, além de ser radialista há quase 30 anos

O candidato a vereador de Laranjeiras do Sul Adilson Nogueira esteve na manhã de ontem (18) na sede do jornal Correio do Povo. Na ocasião, ele aproveitou para falar sobre sua candidatura, e as bandeiras que pretende defender, bem como porque acredita que deve ser eleito.
Adilson é casado com a Luiza P. N. dos Santos há 30 anos, e possuem dois filhos, Clayton Henrique que é conhecido como Coca, de 29 anos, e o Eryki Matheus, de 24 anos. 
Ele mora em Laranjeiras do Sul desde os cinco anos, e é músico desde os oito, além de ser radialista na Rádio Campo Aberto há quase 30 anos.
Adilson afirma que conhece muito bem o município, de ponta a ponta, devido a sua profissão na rádio, e por isso sabe da necessidade do povo de Laranjeiras do Sul.

Confira o vídeo da entrevista.

Relação com a política
O candidado relata que sempre esteve envolvido com a política, sempre fez jingles com os candidatos, mas como político sua relação começou há oito anos, quando se lançou pela primeira vez a vereador.
“Na época em que me candidatei faltaram 50 votos para eu me eleger, e a partir dali eu estou fazendo um trabalho de conhecimento, e me preparando. Na eleição passada eu não me candidatei porque não me senti preparado. Hoje me sinto capacitado devido a tudo que eu fiz e vivi nesses oito anos. Conto com o apoio da minha família, amigos e de muitas pessoas que atendi nesses oito anos na rádio, e que anseiam por uma pessoa que fale a mesma linguagem que eles”, afirma.

Bandeiras
O radialista ressalta que as pessoas precisam saber qual é a função de vereador que é a de legislar e a fiscalizar. O vereador é responsável por gerar as leis, gerenciando o município, e fiscalizar o Executivo.
“Temos vários projetos, várias bandeiras que vamos defender. Eu sou músico e faço muitos eventos, inclusive o Sant’Ana Fest foi um evento que eu criei, e quero continuar incentivando. E um dos projetos que queremos criar é a fiscalização do ISS, que é o Imposto Sobre Serviço, para que sejam realizados eventos e para que apoie eventos culturais no nosso município”.
Sobre a Saúde, ele comenta da necessidade das pessoas em relação as consultas e exames, pois muitas vezes elas não sabem quando serão chamadas.
“As pessoas não sabem quem vai primeiro e quem vai depois. Então o nosso projeto é divulgar através da internet ou criar um portal da transparência, para que saibam quando chega sua vez, e quando será atendido. Claro que não vamos expor o nome da pessoa, mas vamos identificar pelo número do seu cartão”.
Adilson afirma que muitas pessoas reclamam sobre terrenos baldios, que causam bichos, e são muitos esses terrenos. “Queremos implantar a horta comunitária, para que as entidades possam utilizar esse terreno e que seja utilizado para uma horta que traga benefícios a outras pessoas”, conta.
Para ele, o esporte também é muito importante, e incentivará as escolinhas de futebol, para que o esporte fique cada vez mais forte no município. 

Gabinete nas ruas
Ele ressalta que para uma pessoa ser vereadora ela precisa fiscalizar, e para isso ela precisa ser honesta. “Eu sou uma pessoa honesta, esse é o primeiro motivo para que as pessoas votem em mim. E em segundo, porque tenho princípios, jamais vou votar alguma coisa a favor ou contra se não souber se vai beneficiar a população. E terceiro, eu não tenho preço, não existe aquele negócio de me beneficiar em troca de alguma coisa. Eu estudei oito anos para chegar até aqui, eu sei o papel do vereador. Esses são os motivos para votar em mim, eu quero ser a ligação entre o povo e a prefeitura, vou ser a pessoa que vai fazer da Câmara de Vereadores a casa do povo, e divulgar no rádio a respeito dos projetos votados”.
Adilson afirma que implantará um gabinete nas ruas. Ele declara que pretrende ir até os bairros, comunidades, e saber a preocupação do povo. A ideia é atender um sábado por mês, usar quatro ou cinco horas para ouvir as pessoas nos bairros.
“Estamos chegando em um período muito importante, a eleição de prefeito e vereador. Escolha o vereador que vai beneficiar a sua cidade. Eleja uma pessoa que tem compromisso com a população, depois que pessoa estiver eleita não adianta reclamar. Pense na pessoa que seja de família, que saiba o que está fazendo. Quando um vereador for até a sua casa pedir voto, pergunte se ele sabe primeiro qual o papel de vereador”, finaliza.
 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail