Esporte

Clube campeão da Copa do Brasil irá jogar a quarta divisão estadual

Nos últimos anos, várias equipes tradicionais do futebol nacional tem passado por crises marcadas pelos inúmeros rebaixamentos. O caso mais popular atualmente, é o da Portuguesa de Desportos, porém outros clubes tão marcantes historicamente como a Lusa, estão em situação identica ou, até piór. Cito: União São João de Araras, América-RN, São Caetano e Ipatinga.

Enquadrado nessa situação, está o Paulista de Jundiaí, clube centenário do interior de São Paulo e que marcou época quando conquistou a Copa do Brasil em 2005. Após inúmeras situações vexatórias, o Tricolor Jundiaíense irá disputar pela primeira vez na história a quarta e última divisão paulista. Abaixo, entenda como o Paulista foi do auge à quase extinsão:

A ASCENSÃO

O inicio da década de 2000 ficou marcado na história do torcedor do Galo da Japi por ser o auge do clube. Em 2001, a equipe começa sua ascensão a nível de Brasil sendo campeão da Série C do Campeonato Brasileiro, que naquela época era a última divisão nacional ( a Série D começou a ser disputada apenas em 2009).

Já em 2004, o Paulista se impôs perante os grandes pela primeira vez: foi vice-campeão paulista, eliminando nas semifinais o Palmeiras. Na decisão, o São Caetano ficou com o título.

Copa do Brasil 2005

Ah 2005, um ano não tão distante da memória do torcedor, porém a anos-luz se comparado com a situação atual do Paulista Futebol Clube, que ficou marcado pela maior conquista da história do clube: a Copa do Brasil.

O caminho foi árduo: Juventude, Botafogo, Internacional, Figueirense, Cruzeiro e na grande final, o Fluminense. Na primeira partida, disputada no estádio Jayme Cintra em Jundiaí, o Galo venceu por 2x0. Na volta, com um São Januário lotado, o Paulista segurou o 0x0 e sagrou-se campeão.

Clube campeão da Copa do Brasil irá jogar a quarta divisão estadual

A equipe era comandada por Wagner Mancini, hoje treinador do Vitória. Além dele, outros nomes conhecidos participaram da conquista: Réver, zagueiro do Flamengo e Victor, goleiro do Alético-MG estavam no elenco.

2006: LIBERTADORES E O QUASE ACESSO

Por ter conquistado a Copa do Brasil na temporada anterior, o Galo adquiriu o direito de disputar, pela primeira vez na história, a Taça Libertadores da América! É bem verdade que a equipe do interior paulista foi eliminada ainda na fase de grupos, porém a vitória sobre o River Plate da Argentina, por 2x1, é um dos fatos que jamais serão esquecidos pelo torcedor.

Ainda em 2006, o Galo por pouco não conquistou o acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro, terminando a competição na quinta colocação, com a mesma pontuação do América-RN, porém no número de vitórias o clube potigar levou a melhor, ficando com o acesso.

2007-2018

Após o ápice, em 2007 a equipe começa a descer a ladeira até chegar ao cenário dos dias atuais, confira:

2007: Rebaixado para a Série C

2008: Rebaixado para a Série D

2010: O Paulista some do cenário nacional

2014: Rebaixado para a Série A-2 do Campeonato Paulista

2016: Rebaixado para a Série A-3 do Paulistão

2017: Rebaixado para a Quarta Divisão Paulista

Mergulhado em divídas que chegavam a R$ 1,4 milhão, em 2017, o Paulista teve seu estádio levado a leilão. Como não recebeu ofertas, o local continua sendo de uso da instituição.

2018

Literalmente a disputa da Quarta Divisão estadual para o Galo da Japi significa recomeçar do zero novamente, afinal, abaixo deste nível, só o licenciamento da federação.

O campeonato começa em abril e terá 40 clubes (entre eles, alguns tradicionais, como o  América de São José do Rio Preto, Comercial de Ribeirão Preto, XV de Jaú e São José), divididos em 5 grupos de 8 equipes cada. Apenas o campeão e o vice sobem para a Série A-3 em 2019.

O grupo do Paulista tem: Amparo, Atlético Mogi, Flamengo-SP, Guarulhos, Joseense, São José e União Mogi. A estreia acontecerá no dia 8 de abril, em casa, contra o Amparo.

 

Texto: Juliam Nazaré