Homem se finge de morto para não morrer após receber várias facadas

Notícias Policiais

O veículo que ele conduzia foi incinerado

  • Compartilhe Essa Notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
Dilvulgação
Dilvulgação

Um crime de tentativa de homicídio foi registrado durante a madrugada deste sábado(10) em Itapejara D’Oeste.

Em um primeiro momento, por volta das 4h da manhã, a Polícia Militar registrou um boletim de ocorrência de um incêndio em um veículo Saveiro próximo à nova captação de agua da Sanepar. Até então os policiais tinham poucas informações a respeito do veículo.

Quando o dia amanheceu, por volta das 7h40, usuários da rodovia PR-566, na comunidade de Sete de Setembro, encontraram um homem, que estava caído e rastejando completamente nu, e com o corpo todo retalhado por goles de faca. Ele seria o condutor da Saveiro que foi encontrada incinerada.

O agente da Defesa Civil, Eduardo Balbinotti, recebeu o chamado e deslocou-se até o local juntamente com uma enfermeira para prestar atendimento ao homem. Ele quase não apresentava sinais vitais.

A vítima foi identificada como Valdacir Zimpel Junior de 26 anos, morador do município de São João. Ele foi levado até a unidade de Saúde Osmã Simões em Itapejara, e posteriormente foi encaminhado pelo SAMU até um hospital em Pato Branco. Homem se finge de morto para não morrer após receber várias facadas

No local do crime, próximo a churrasqueira da comunidade e próximo ao campo de futebol, foram encontradas muitas manchas de sangue.

Segundo informações o estado clínico de Valdacir é gravíssimo. No corpo há sinais de golpes de faca por tentativa de esquartejamento. Inclusive sinais de tentativa de degola com cortes profundos no pescoço.

Nas redes sociais foi divulgado que uma criança estaria junto com Valdacir, mas essa informação não é verdadeira.

A Saveiro era de propriedade de uma empresa de transportes de frango congelado e segundo o proprietário da empresa ele havia emprestado o veículo para o funcionário durante o final de semana já que a empresa é de Francisco Beltrão e Valdacir da cidade de São João.

A Polícia Militar de Itapejara esteve presente fazendo o isolamento do local até a chegada da perícia.

A distancia entre o local onde a Saveiro foi incendiada e o local onde Valdacir foi encontrado é de aproximadamente 5km.

Entre as poucas palavras que Valdacir teria relatado durante o atendimento é que ele se fingiu de morto para que parasse de ser agredido.

Homem se finge de morto para não morrer após receber várias facadas

 

 

Via: Rádio Panorama FM.

Galeria de Fotos

Foto 1
Foto 2
  • Compartilhe Essa Notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter