Câmara decide manter Daniel Silveira preso, com 364 votos a favor

Maioria dos parlamentares acompanhou decisão do STF e o parecer da relatora Magda Mofatto

Por Veja

O deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) seguirá preso. Por 364 votos a  130, a Câmara decidiu acompanhar a decisão do STF. Foram três as abstenções.

Na votação, as lideranças de 18 partidos recomendaram o voto “sim” ao parecer da relatora Magda Mofatto (PL-GO), a favor da manutenção da prisão de Silveira.

Apenas três partidos – PTB, PSL e Novo – encaminharam o voto “não” às suas bancadas. Outras 3 legendas – PROS, Podemos e Patriotas – liberaram seus parlamentares a votarem como desejassem.

Durante a sessão, Daniel Silveira usou a palavra por 3 vezes. Ele pediu desculpas ao povo brasileiro, mas não aos ministros do STF, a quem atacou duramente no seu vídeo. Disse que sua prisão foi ilegal e repetiu que falou de cabeça quente, e que uma pessoa “vai de 0 a 100 rapidamente”.