Jacaré propõe fim de filas para idosos e viagens de consultas de crianças

Candidato do PDT busca o terceiro mandato a prefeito e também traça planos para o esporte, o turismo e a segurança pública. “Não somos novidade, mas esperança”

Edson Prado, o Jacaré, foi prefeito de Quedas do Iguaçu por 8 anos, entre 2009 e 2016. Também foi secretário de Administração do município e presidente, por quatro vezes, da Associação da Cantuquiriguaçu. Filiado ao Partido Demotrático Trabalhista (PDT), ele busca voltar à prefeitura da cidade. 
Jacaré dá sequência à série de entrevistas com os candidatos de Quedas promovida pelo Correio.


Jornal Correio do Povo do Paraná: Como ex-prefeito, o que destaca de suas administrações anteriores?
Jacaré: A Caixa Econômica Federal, que retornou para a nossa cidade após 15 anos. Você imagina, diante dessa pandemia, o que seria da população sem ela por aqui. O Instituto Federal do Paraná foi uma conquista onde nossos adolescentes passaram a ter um ensino de qualidade. O INSS, que depois de muitos anos retornou. Quedas até então não tinha um local de referência de Cultura e passamos a ter o Centro Cultural. A Escola Pinheirais – um modelo para a região.


JCPP: Quais as suas propostas para a educação?
Jacaré: Vamos inovar. Nos últimos anos, não deram o devido valor ao Instituto Federal, e nós iremos investir e trazer cursos de formação para nossos jovens e toda a população. Iremos implantar, gratuitamente, a apostila e traremos de volta o uniforme escolar, distribuído pela última vez em nossa gestão. Nas creches, neste mandato, reduziram o horário para as 17 horas. Foi um transtorno para os pais, que precisam sair do serviço ou pagar alguém para buscar os filhos. A partir do ano que vem, o horário voltará como em nossa época. Os horários dos zeladores, cozinheiras e monitoras irão até às 18. Um turno começará às 7 e irá até as 13. O Outro, das 13 às 19. Daremos oportunidade para os pais trabalharem sabendo que seus filhos estarão bem cuidados.


JCPP: Os especialistas apontam que 2021 será um ano difícil para a arrecadação dos municípios, em razão pandemia. Você tem conhecimento de como estão os cofres públicos de Quedas? Como pretende trabalhar diante disso?
Jacaré: Tenho certeza que a mão amiga, tanto do governo estadual quanto do federal, será estendida aos municípios. É neles onde tudo acontece. São eles os responsáveis pela educação, pela saúde e pelo transporte. Estamos conscientes de que faremos um bom trabalho.


JCPP: O que os esportistas podem aguardar de um eventual governo seu?
Jacaré: O professor Arquimedes, de Dois Vizinhos, fez um projeto para as próximas gerações, onde começaremos trabalhar desde a base ao adulto. Iremos gerar empregos, contratando professores de Educação Física. No futsal, começaremos na Série Bronze, só com atletas locais, e na medida que formos crescendo, iremos reforçando. Vamos valorizar o xadrez, o tênis de mesa, o voleibol, o basquete e todas as outras modalidades.


JCPP: Para as áreas de segurança pública, turismo e saúde, quais são as propostas?
Jacaré: Implantaremos seguranças nos prédios públicos e traremos uma Companhia Independente, com 150 policiais, que fará a diferença em Quedas. No turismo, temos a prainha. Lá, pretendemos movimentá-la construindo chalés, para que as pessoas voltem a frequentá-la. Na saúde, temos um projeto para atendimento especial dos idosos, onde não precisarão enfrentar filas. Teremos outro programa para atendimento às crianças. Contrataremos um pediatra e daremos fim às viagens dos pais e seus filhos para Cascavel e Laranjeiras do Sul. Outra mudança será em relação à farmácia base, que irá para o hospital. Consultou, já sai com o medicamento. 


JCPP: Por que o eleitor deve escolher o Jacaré para prefeito – mais uma vez?
Jacaré: Não somos novidade, mas a esperança de uma população que sofreu nos últimos anos com falta de saúde, educação, trabalho, estrada, esporte e cultura – não houve nada nestes anos. Estamos com um time novo, deixamos de lado os “caciques” que estavam conosco. Podem confiar no Jacaré.