Marquinho realiza arrastão em combate a proliferação de criadouros do mosquito da dengue

“O objetivo é eliminar os focos do mosquito”, destaca a secretária de Saúde Mariclea Telles de Vargas

A secretaria de Saúde de Marquinho idealizou a iniciativa “Arrastão de Limpeza em combate ao Mosquito da Dengue” para combater e erradicar os criadouros do mosquito Aedes Aegypti no município.

A ação que visa a eliminação dos focos do mosquito transmissor da dengue, zikavirus e chikungunya, realizou a coleta de objetos descartados de forma inadequada que acumulam água, como latas, pneus, garrafas, recipientes, sacolas, lonas, garrafas pet, entre outros. Até mesmo os lixos orgânicos são uma preocupação, pois também podem acumular água, se tornando o foco de proliferação do mosquito.

As coletas foram realizadas no centro e nos bairros, nas residências e órgãos públicos, também em terrenos baldios e em outros locais, onde fosse encontrado qualquer tipo de material que ofereça o risco de ser um possível foco de proliferação.

Eliminação dos focos

A secretária de Saúde Mariclea Telles de Vargas destaca a importância da ação que contemplou toda a zona urbana do município. “Essa limpeza já foi realizada na zona rural e estão sendo feitos trabalhos educativos através das equipes de saúde”, disse ela, apontando para as ações integradas entre os vários setores para promover a conscientização do combate a dengue. “O objetivo é eliminar os focos do mosquito. A ação aconteceu por meio do recolhimento de todo tipo de lixo, entulhos e demais objetos que acumulam água”.

Ela lembra que o lixo orgânico também pode acumular água. Uma simples casca de ovo pode se tornar um criadouro do mosquito da dengue.

Medidas necessárias

Segundo Mariclea, atualmente, não há nenhum caso de dengue no município. Porém, foram encontrados focos de criadouros do mosquito. “A população está vulnerável. Por isso é necessário tomar medidas e ações como essa para proteger a todos”.

Ela ressalta que através da iniciativa a secretaria de Saúde espera que a população de continuidade aos cuidados necessários a prevenção da proliferação do Aedes Aegypti. “É importante que todos possam colaborar, cada um fazendo a sua parte. O benefício é coletivo”.

Colaboração

Ela salienta o quão valido foi o apoio e colaboração dos demais departamentos da prefeitura. Na educação, a iniciativa está sendo trabalhada em sala de aula, com a discussão do tema, para conscientizar os alunos. “Entendemos que as crianças levam esse aprendizado para suas casas, põe em prática e, afinal, o exemplo também é um ótimo ensinamento”.

“Agradecemos a toda equipe de saúde e dos outros departamentos que nos apoiaram e colaboraram. Foi uma ação de extrema importância para o nosso município, considerando que o mosquito da dengue está por aí, é nosso dever combatê-lo para proteger a nossa população”.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail