Combate à Dengue: Vigilância em Saúde de Laranjeiras adquire drone para identificar novos focos

O secretário de Saúde Valdecir Valick se reuniu com os técnicos e com o prefeito Berto Silva para debater sobre o aumento significativo da dengue no Estado

A secretaria de Saúde do Paraná (Sesa), divulgou nesta terça-feira (17), mais nove óbitos no Estado e 12.440 novos casos, um aumento de 28,43% em relação aos números do boletim da semana anterior. As pessoas que morreram residiam em Matinhos, Cafelândia, Cascavel, Terra Boa, Loanda, Nova Londrina, Maringá, Toledo e Telêmaco Borba. O Paraná contabiliza 21 óbitos e 150.752 casos notificados, com 56.191 confirmações, desde o início do atual período sazonal da doença, em agosto de 2021. Em razão disso, o secretário de Saúde Valdecir Valick se reuniu com os técnicos e com o prefeito Berto Silva para debater sobre o aumento significativo da dengue no Estado.

Preocupados com os números e pensando cada vez mais na qualidade dos trabalhos realizados pelo departamento de Vigilância em Saúde, o prefeito e o secretário decidiram fazer a aquisição de um drone para inspecionar os prédios públicos e as demais propriedades no perímetro urbano de Laranjeiras do Sul, as fiscalizações serão feitas conforme a necessidade e o cronograma da Vigilância.

Casos

Laranjeiras ainda está dentro dos números em relação aos anos anteriores, sendo que nos  meses de janeiro, fevereiro, março e abril de cada ano há sempre um aumento do índice em  razão dos períodos de grandes quantidades de chuvas. “Neste mês realizamos o levantamento de índice para saber da infestação e o resultado foi de 2,5%, onde o tolerável é de 1%”, relata o servidor do departamento Valmir Trindade (Sete).

Das 57 notificações até hoje, foram sete casos positivos, destes quatro casos importados e três casos autóctones.

Cuidados

A equipe de endemias trabalha diariamente realizando as visitas domiciliares fazendo a eliminação dos focos e também levando todas as orientações, com o intuito de prevenção e de como combater a dengue. Apesar disso, é muito importante que os habitantes reservem um dia por semana para eliminar todos os tipos de depósitos que acumulam água em seu quintal. “O mosquito da dengue que você cria em seu quintal pode picar alguém que você não conhece. Porém, pode também picar e matar alguém que você mais ama. Antes que isto aconteça e seja tarde demais, a melhor forma de prevenir é se conscientizar” enfatiza Sete.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail